Revista Cifras - As notícias do mundo da música
Revista Cifras
Cifras
Karol Conka denuncia assédio em hotel no Rio: 'tive que dar na cara dele'
The Voice
Melanie Martinez volta a negar abuso sexual contra ex-amiga
Pearl Jam
Eddie Vedder fará shows solo em São Paulo em 2018
Beyonce
Beyoncé surpreende ao ir em evento com cabelo natural
Débora Blezer
Ver Colunas de Débora Blezer

#artigo

As turnês mais marcantes de todos os tempos

3/27/2013 3:46:00 PM
Uma turnê é sempre um momento especial na vida do artista, mas algumas séries de shows acabaram sendo imensamente marcantes, seja por sua temática ou estrutura do palco. Não se trata das turnês mais rentáveis, e sim aquelas que fizeram história na música.




Veja quais são:


Rock & Roll Over (1976-1977), Kiss

Os shows do Kiss eram verdadeiros espetáculos. Todo exagero acabou fazendo a banda emplacar de vez. E esse foi apenas o início de uma trajetória de muita maquiagem e cuspes de fogo.



A Bigger Bang Tour (2005-2007), Rolling Stones

A turnê faturou mais de 550 milhões de dólares e contou com 147 apresentações em 32 paises, incluindo o Brasil, onde fizeram um show gratuito para mais de um milhão de pessoas na praia de Copacabana.



The Police Reunion (2007 ? 2008), The Police

A turnê comemorava os 30 anos de carreira do trio inglês, depois do lançamento do primeiro single "Roxanne". Passando por 152 países, a turnê arrecadou 358 milhões de dólares. O grupo liderado por Sting veio ao Brasil em dezembro de 2007 para uma única apresentação no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.



Bad (1987-1989), Michael Jackson

Foi a primeira vez em que o Rei do Pop excursionou sozinho, executando canções de seus três discos adultos. A turnê do disco Bad se tornou um grande marco. Foi também a última vez em que o músico cantou todas as músicas ao vivo, sem ajuda de playback.



Sticky & Sweet (2008 ? 2009), Madonna

Sticky & Sweet foi a oitava turnê de Madonna e estabeleceu um novo recorde. A cantora americana é a artista-solo com a turnê mais rentável, com bilheteria total de 408 milhões de dólares. A turnê de 2008 também foi a que mais faturou naquele ano. Madonna já havia passado pelo Brasil em 1993 com a turnê The Girlie Show.



The Beatles? US 1964 Tour (1964), The Beatles

Eram só quatro rapazes de Liverpool, tocando juntos com o som sendo transmitido por amplificadores precários. Mas foram esses os shows que mudaram o rumo da história, trazendo a tona a "Beatlemania" que contagiou o mundo por décadas, e ainda conquistam novos fãs a cada dia.



Black Ice World Tour (2008 ? 2010), AC/DC

Após sete longos anos longe dos palcos, os lendários integrantes do AC/DC encararam uma maratona de 168 shows pelo mundo. A turnê que faturou 441 milhões de dólares em bilheteria, ainda ganhou um registro em livro, numa edição limitada de 184 páginas e 250 fotos da banda. Em novembro de 2009 a banda se apresentou em São Paulo.



360º (2009 ? 2011), U2

Conhecidos por seus shows grandiosos e palcos de dar inveja a qualquer artista, os Irlandeses do U2 se superaram com a turnê de 360º. O grupo arrecadou aproximadamente 700 milhões de dólares com 110 shows em 30 países.



The Wall (2010 ? 2012), Pink Floyd

A turnê originalmente deveria ter acontecido nos anos 80, porém a estrutura do palco geraria mais custos do que lucro. Em 2010, trinta anos depois, coube a Roger Waters representar sozinho a turnê do clássico, The Wall, que contava até com um muro no palco, foi sucesso absoluto e teve 191 shows ao todo.

por Débora Blezer

#interessante

#suaopinião

Revista Cifras
Petaxxon Comunicação Online

© Copyright 2017

notícias | artigos | entrevistas | videos

©2017 Petaxxon Comunicação Online