Revista Cifras - As notícias do mundo da música
Revista Cifras
Funk
Graças a hit do Carnaval, cachê de MC Loma dispara e já vale 20 vezes mais
Kurt Cobain
Courtney Love homenageia Kurt Cobain em seu 51° aniversário
Phil Collins
Contra todas as probabilidades, Phil Collins volta ao Brasil
The Cranberries
Cranberries anuncia disco com últimas gravações de Dolores O'Riordan
Carlos Aquino
Ver Colunas de Carlos Aquino

#artigo

Caiu na Net!

5/13/2011 9:25:47 AM
Eles não são famosos, eles não são profissionais, eles não são músicos. Eles são os amadores, pessoas com pouca ou nenhuma experiência musical ou visual, mas com uma enorme criatividade e uma gigantesca paixão pelos jogos eletrônicos. Com uma ideia na cabeça e o YouTube na ponta dos dedos, eles estão conseguindo surpreender a audiência e conquistar alguns milhares (ou milhões) de visualizações.


Atualmente, o grande sucesso dos últimos quinze minutos é o "Funk do Mortal Kombat", uma produção amadora simpática realizada por dois estudantes universitários do Rio Grande do Sul. Leonardo Peixoto, cursando Psicologia, escreveu a letra que homenageia (?) a sanguinária franquia de luta, enquanto Gibran Sirena empregou os conhecimentos do curso de Audiovisual para realizar o videoclipe:



A dupla, que também canta (?) e aparece no vídeo, confessa que não é fã do ritmo carioca. Os dois curtem mesmo é rock e metal e a letra foi composta como uma brincadeira, para provar que o funk não precisa de muita coisa além de um refrão e poucos acordes. A brincadeira se transformou em mais de um milhão de acessos no YouTube e os dois roqueiros agora atendem pelo nome de Funk You Bit e já preparam uma nova investida no mesmo ritmo, desta vez citando o universo dos animes.

(atendendo a novas informações obtidas através de um comentário, os próximos dois parágrafos foram atualizados)

Mas, antes de Mortal Kombat, existia Street Fighter. E antes do "Funk do Mortal Kombat" existia "A Dança do Street Fighter". A hilária candidata a hit do Carnaval de 2011 é executada por uma dupla também, Fábio Alves Torres (Mantena) e João Paulo de Melo Souza (JP). Composta(?) por Maicon Tubarão, em ritmo de axé e com citações em inglês de doer os ouvidos, a música conquistou um milhão de visualizações em dois dias e o ódio mortal dos jogadores mais exaltados. Há rumores até de que a Capcom, empresa detentora da marca "Street Fighter" teria decidido proteger sua criação deste assassinato sonoro e solicitado, de advogados em punho, que o vídeo original fosse removido. Se a história é verídica ou não, não se sabe. Mas, como tudo que sai do YouTube sempre se espalha, está aí o vídeo abaixo para quem quiser dar uma olhada:



A dupla mineira JP e Mantena já tem cinco anos de trabalhos juntos, mas esse foi o primeiro gostinho da notoriedade. Sobre o clipe, JP se defende: "Estamos em sites de 8 países diferentes, recebemos ligações até da China. Quisemos fazer uma homenagem para o Street Fighter e para a Capcom, assim muitos fãs já estão divulgando o nosso trabalho". Apesar da polêmica, a agenda da dupla ficou lotada durante o Carnaval.

E o que acontece quando você mistura o rap barra-pesada dos Racionas MCs com o estilo de vida dos nerds? Nós temos o videoclipe chamado "Eu sou 1337 ". O vídeo é obra de Cauê Moura, do Desce a Letra. Ele pertence ao grupo de novas celebridades chamadas de vlogueiros, que se dedicam a produzir vídeos para o YouTube em tempo integral. Moura também atende pelo apelido de D4RK S0RC3R3R e costuma fazer referências a Ragnarok, World of Warcraft e Street Fighter em seus clipes. Assista abaixo "Eu sou 1337" e sua continuação, "Eu sou 1337 Pt2 - LOL WTF BBQ":





Aos 23 anos, o vlogueiro de Jundiaí-SP não tem do que reclamar. Contando com perto de 45 mil seguidores no Twitter e totalizando quase 6 milhões de visualizações somando todos os vídeos, ele não dá sinais de que irá parar sua produção.

Os amadores chegaram para ficar.

por Carlos Aquino

#suaopinião

Revista Cifras
Petaxxon Comunicação Online

© Copyright 2018

notícias | artigos | entrevistas | videos

©2018 Petaxxon Comunicação Online