Revista Cifras - As notícias do mundo da música
Revista Cifras
João Gilberto
Criador da bossa nova, João Gilberto vive em 'absoluta penúria financeira'
The Grammy Awards
'Despacito' domina Grammy Latino 2017 com quatro prêmios
Anitta
Anitta está oficialmente 'casada' com Thiago Magalhães
Janet Jackson
Nariz de Janet Jackson está 'caindo', diz cirurgião plástico
Igor Miranda
Ver Colunas de Igor Miranda

#artigo

O fim da MTV Brasil e seus eternos órfãos

9/6/2013 3:19:29 PM
(Foto: Divulgação)


A MTV Brasil está, finalmente, chegando ao fim. De uma forma melancólica, diga-se de passagem. Tanto para quem trabalhou na empresa quanto para quem usufruiu de seu conteúdo.

A melancolia acontece, justamente, pelo fato da emissora ter data para acabar: em 1° de outubro, deixará de ser um canal aberto. Será 100% pago, de TV fechada, com outro nome e programação musical ainda mais restrita em comparação ao pouco de música que já tinha nos últimos anos.

Como despedida, a direção convidou os ex-apresentadores, que recebem a denominação de VJs, que fizeram parte da história do canal, para reapresentar aqueles que eles acreditam ser seus melhores momentos enquanto contratados. As exibições acontecem no programa My MTV. A nostalgia é livre: programas das décadas de 1990 e 2000 estão sendo reprisados mediante pedido dos VJs. E tais reprises me trouxeram algumas reflexões.



Para muitos, a MTV Brasil é um dos primeiros contatos mais especializados com a música. Mas, para mim, foi além: a emissora foi responsável por despertar de vez a minha paixão pela música, há pouco mais de dez anos. Me sinto, assim como outras pessoas devem se sentir, órfãs do canal.

Involuntariamente, também interferiu em minha opção profissional. Me tornei jornalista por conta da minha paixão pela música, pela vontade de trabalhar diariamente com isso. E a MTV me despertou, também, o desejo de conviver 24 horas por dia com música, seja no trabalho ou no lazer.

Vários programas, que apresentavam notícias e curiosidades sobre bandas que eu gostava ou ainda gosto, me tornaram sedento por informação. Louco para saber tudo o que posso sobre aquilo que estou escutando - não necessariamente curtindo.

A partir da programação da MTV, pelos idos de 2002, tive contato com bandas do calibre de Guns N Roses, Iron Maiden, Metallica, Motörhead, Kiss, AC/DC, Sepultura, Led Zeppelin, Black Sabbath e Deep Purple, entre outras que ainda orientam meu gosto pessoal.

Também sou grato por ter conhecido, graças à emissora, grupos que eu tinha mais apreço em épocas mais jovens da minha vida, como System Of A Down, Blink 182, The Offspring, Green Day, Korn, Silverchair, Nirvana e por aí vai.

A atual programação da MTV, no programa My MTV, é recomendada para qualquer pessoa que goste do assunto. Para aqueles que tiveram bons momentos com a emissora (na época que ela ainda falava de música) e para aqueles que chegaram atrasados e veem o canal com desdém. E que a MTV, enfim, descanse em paz.

por Igor Miranda

#interessante

#suaopinião

Revista Cifras
Petaxxon Comunicação Online

© Copyright 2017

notícias | artigos | entrevistas | videos

©2017 Petaxxon Comunicação Online