Revista Cifras - As notícias do mundo da música
Revista Cifras
Cifras
Karol Conka denuncia assédio em hotel no Rio: 'tive que dar na cara dele'
The Voice
Melanie Martinez volta a negar abuso sexual contra ex-amiga
Pearl Jam
Eddie Vedder fará shows solo em São Paulo em 2018
Beyonce
Beyoncé surpreende ao ir em evento com cabelo natural
Débora Blezer
Ver Colunas de Débora Blezer

#artigo

Os maiores erros cometidos no palco

1/31/2014 2:50:06 PM
Na última semana o site Digital Music News, publicou uma matéria com os maiores erros cometidos no palco e que a maioria dos músicos nem percebe que estão fazendo. Se trata de um apanhado de dicas para fazer uma apresentação melhor e mais satisfatória tanto para a banda quanto para o público.

Se você tem ou pretende começar uma banda, confira abaixo a matéria traduzida com algumas das piores e mais comuns gafes a se evitar.



Problemas técnicos.

Eu sei o que vocês devem estar pensando, "Mas as vezes eles são inevitáveis e a culpa não é minha!" Claro, as vezes problemas técnicos acontecem ? Mas eles sempre são sua culpa (mesmo quando não são).

Você é o cara ou garota no palco e todos os olhos estão em você. Mesmo que o cara do som corte sua guitarra no meio daquele solo arrasador, você deve saber o que está acontecendo e ser capaz de conserta-lo (ou adapta-lo) bem a tempo. Você deve conhecer seu equipamento tão bem que se alguma coisa der errado, você vai até sua checklist mental procurar por todas as possibilidades e encontrar o problema rapidamente.

Nunca diga "estamos tendo problemas técnicos". É constrangedor, desconfortável e nem um pouco engraçado. As pessoas podem até lhe dar um sorriso simpático, mas naquele momento, eles imediatamente param de se divertir e começam a se preocupar com você.

Não deixe seu público preocupado. Esteja apto a adaptar qualquer problema técnico (tenha equipamentos e amplificadores back up) e seja capaz de identificar qualquer problema técnico antes que o público perceba. Se uma caixa pegar fogo, bem, faça uma piada a respeito e corra!




Ter conversas particulares com alguns fãs em cima do palco

Do momento que você pisa no palco, até o momento que você deixa o clube, você está se apresentando. Sim, mesmo depois do show, quando encontra pessoas e autografa CD´s você ainda está se apresentando e ainda está em evidência.

Enquanto estiver no palco, você está se apresentando para todo mundo. Se seu melhor amigo grita uma piada interna na primeira fila do palco, finja que não é com você ou divida a piada com todos. Não abaixe o microfone e comece a conversar com ele enquanto outras 150 pessoas se chateiam por ter pagado para assistir uma conversa privada. Tudo que você diz ao público deve ser dito através do microfone.



Ficar sentimental

Essa é uma pegadinha! Se você é um "cantor/compositor sensível" então você pensa que deveria ser o primeiro a ficar sentimental ao apresentar suas músicas. Não fique! Sempre que abrir a boca para dizer algo entre as músicas que seja algo sútil e engraçado. De preferência hilário. Algumas músicas são extremamente deprimentes, então você não precisar ficar dizendo como está se sentindo, já que a plateia irá perceber se prestar atenção na letra.

Por que não fazer uma piada a respeito ao invés de ficar choramingando? A propósito, se você é péssimo para falar com o público nos intervalos das músicas, escreva algumas notas das coisas que você poderia falar e pratique bastante esses momentos antes do show.



Tocar por muito tempo

Você conhece o ditado "Deixe o público querendo mais"? Então, faça isso. A maioria das bandas novas querem tocar o máximo possível. Elas acham que tem tantas músicas incríveis que a plateia gostaria de ouvir a todas.

Sabe quando você escuta algumas de suas músicas mais antigas e percebe que elas não são tão boas quanto você achava que eram quando as compôs? Pense nisso quanto estiver planejando seu setlist. Suas músicas não são tão incríveis quanto você pensa! Toque suas melhores músicas e deixe o público querendo mais. Você perceberá o momento de parar quando ver algumas pessoas saindo do show ou uma caída geral no entusiasmo da plateia.

Você deve estar pensando: "Mas eu acabei de ver que Bruce Springsteen fez um show de quatro horas e foi demais!" Tudo bem, mas você não é Bruce Springsteen. Quando você tiver milhões de fãs que sabem cantar todas suas músicas, então você poderá fazer um show com a duração que bem entender. Até lá, toque até quando puder deixar o povo animado.

por Débora Blezer

#interessante

#suaopinião

Revista Cifras
Petaxxon Comunicação Online

© Copyright 2017

notícias | artigos | entrevistas | videos

©2017 Petaxxon Comunicação Online