Revista Cifras - As notícias do mundo da música
Revista Cifras
Claudia Leitte
Ouça 'Lacradora', nova música de Claudia Leitte com Maiara e Maraisa
Marília Mendonça
Marília Mendonça faz post e fãs creem que seja indireta a Naldo Benny
Naldo
Show de Naldo no réveillon do Rio é cancelado após denúncia de agressão
Gusttavo Lima
Gusttavo Lima se revolta com preço de coxinha em aeroporto e vídeo viraliza
Débora Blezer
Ver Colunas de Débora Blezer

#artigo

Os Melhores sambas-enredo de todos os tempos

2/28/2014 3:20:21 PM
Os Sambas-enredo são uma das coisas mais importantes na competição do desfile das escolas de samba no carnaval. O ritmo, a originalidade e o valor cultural são aspectos fundamentais para fazer de um samba-enredo não apenas marcante, mas inesquecível.

Conheça alguns sambas-enredo que entraram para história do carnaval como os melhores.

Império Serrano ? Aquarela Brasileira (1964)



O samba composto por Silas de Oliveira, é uma homenagem ao clássico da música popular brasileira, "Aquarela do Brasil", de Ary Barroso. Os versos destacam os aspectos da cultura do país, como a geografia, as histórias e costumes do povo brasileiro. O samba ficou tão marcado que ganhou uma reedição no desfile de 2004, chegando a ganhar o Estandarte de Ouro por melhor samba-enredo.

Salgueiro ? Chica da Silva (1963)



O vermelho e branco emocionou a avenida com o samba composto por Noel Rosa de Oliveira e Anescarzinho. A história da escrava mineira chamada Chica da Silva, saiu do carnaval e acabou inspirado um filme, de mesmo nome, mais de uma década depois.

Em Cima da Hora ? Os Sertões (1976)



O azul e branco da escola ficou famoso justamente pelo samba-enredo "Os Sertões", de Edeor de Paula, sendo considerado como um dos melhores de todos os tempos. Após quase quatro décadas, a escola decidiu homenagear o samba-enredo, o reeditando para 2014.

Mangueira- O Mundo Encantado de Monteiro Lobato (1967)



O samba que homenageia o eterno Monteiro Lobato, teve sua composição por Hélio Turco, Jurandir, Darci, Batista e Luiz e se consagrou na voz de Jamelão. O samba-enredo ficou marcado na história do verde e rosa como um dos melhores já executados.

União da Ilha - É Hoje (1982)



Conhecida por fazer belos desfiles com fantasias
leves e baratas, a animação nunca faltou a escola. Em 1982, eles brilharam na avenida com o samba "É Hoje O Dia", que se popularizou como um dos mais conhecidos e regravados da história do carnaval.

Portela ? Das Maravilhas do Mar fez-se o Esplendor de Uma Noite (1981)



Um dos mais conhecidos sambas da Portela, composto por David Corrêa, caiu no gosto popular e embora tenha conseguido apenas o 3º lugar, é um dos mais lembrados da história. "Das Maravilhas do Mar fez-se o Esplendor de Uma Noite", inclusive ganhou uma reedição em 2013 pela escola de samba Tradição.

Beija Flor ? Todo Mundo Nasceu Nu (1990)



A inspiração para o samba surgiu após a Liga das Escolas de Samba ter proibido que se desfilasse com a genitália desnuda. "Todo Mundo Nasceu Nu", foi composto e interpretado pelo carnavalesco Joãzinho Trinta e rendeu a escola o título de vice no carnaval de 1990.

Vila Isabel ? Kizomba, Festa de Uma Raça (1988)



Composto por Rodolpho, Jonas e Luiz Carlos da Vila, o samba rendeu a Unidos da Vila Isabel seu primeiro título no carnaval do Rio de Janeiro. Em um belo desfile que trazia aos foliões um pouco da história da influência negra no Brasil, se destaca como um dos mais populares da história.

Portela ? Gosto Que Me Enrosco (1995)



De Noca da Portela, Colombo e Gelson, "Gosto Que Me Enrosco" se destacou em um dos mais belos desfiles da escola. Apesar de ser favorita, o título acabou ficando com a Imperatriz Leopoldinense por apenas meio ponto. No desfile das campeãs, a escola foi ovacionada pelo público, e acabou saindo com o título informal de "Campeã popular".

Império Serrano - Bum Bum Paticumbum Prugurundum (1982)



Com o enredo de Rosa Magalhães e Lícia Lacerda, o Império Serrano usou o desfile como critica às escolas que priorizavam ostentar alegorias grandiosas e fantasias luxuosas deixando o samba em segundo plano. O império conquistou o título do ano e ainda mais seis Estandartes de Ouro.

por Débora Blezer

#interessante

#suaopinião

Revista Cifras
Petaxxon Comunicação Online

© Copyright 2017

notícias | artigos | entrevistas | videos

©2017 Petaxxon Comunicação Online