Revista Cifras - As notícias do mundo da música
Revista Cifras
Linkin Park
'Monstro vocal', diz Rihanna sobre Chester Bennington
Linkin Park
Chester Bennington, do Linkin Park, é encontrado morto
Katy Perry
Katy Perry diz que ama Taylor Swift, apesar das diferenças
Guns N' Roses
"Appetite For Destruction", do Guns N' Roses, quase foi um fiasco
Igor Miranda
Ver Colunas de Igor Miranda

#artigo

Ótimo novo álbum de Steven Adler é lançado no Brasil

11/20/2013 6:48:02 AM
(Foto: Reprodução)


Adler: "Back From The Dead" [2012]
Lançado no Brasil pela Hellion Records em novembro de 2013


O próprio Steven Adler deve ficar depravado quando pensa no que andou fazendo desde que foi chutado do Guns N Roses, em 1990. Após conquistar milhões de fãs e cifras com a banda mais perigosa do mundo, o baterista se afundou em drogas.

Um retrospecto para os menos informados: ele processou os membros de sua antiga banda, ganhou mais de 2 milhões de dólares no processo, além de royalties vitalícios pelo que gravou, e transformou tudo, literalmente, em pó. Tentou reformar uma de suas bandas anteriores ao GNR, o Road Crew, mas foi um fracasso. Teve algumas overdoses, passou alguns dias na prisão por incidentes de violência doméstica e ficou conhecido por suas entrevistas recalcadas, nas quais sempre lamenta o fato de ter sido despedido.

Em 2003, o baterista formou o supergrupo Adler´s Appetite, com o vocalista Jizzy Pearl (Ratt, Love/Hate), os guitarristas Keri Kelli (Slash´s Snakepit, Pretty Boy Floyd e Brent Muscat (Faster Pussycat) e o baixista Robbie Crane (Ratt). A formação durou pouco, não se estabilizou no futuro e o trabalho musical era inconsistente. No final das contas, participou duas vezes do reality show de Dr. Drew, para desintoxicar famosos.



Finalmente, em 2012, Steven parece ter retomado o bom senso. Com a indução do Rock And Roll Hall Of Fame, matou a vontade de tocar com todos os seus ex-companheiros, podendo dizer que voltou a estar no palco com o Guns N Roses (ou parte dele). E montou uma nova banda, chamada apenas de Adler, com músicos pouco conhecidos, mas aparentemente dispostos a levar o trabalho a sério.

O resultado está em "Back From The Dead", que chegou agora no Brasil pela Hellion Records, um full-length energético e de qualidade ? apesar da péssima capa. O baterista parece estar de bem com a vida juntamente de seus novos companheiros. Em suma, o registro apresenta uma espécie de Sleaze Rock com mais peso, talvez com uma cara mais contemporânea. Mas não perdeu a essência original do estilo que teve justamente o Guns N Roses como uma das principais influências.

A faixa que dá título ao trabalho começa soturna, apenas com violões e voz ao melhor estilo "beira de estrada". Mas a paulada logo chega, com riff envolvente e pesado. E, por incrível que pareça, ao menos aparentemente Steven Adler aderiu ao pedal duplo. O trabalho de engenharia de som, comandado por Jeff Pilson (Dokken), seria ótimo se fosse possível ouvir o baixo com definição.



"Own Worst Enemy" segue um pouco mais melódica. A sonoridade lembra bastante a adotada pelo Hardcore Superstar em seus últimos registros, mais pesados. Jacob Bunton tem bons vocais, mas se sobressai quando é amparado pelas boas vozes de apoio do conjunto. "Another Version Of The Truth" segue o padrão da anterior e Steven Adler se mostra cada vez mais em forma. Não é o mestre da técnica, mas tem sacadas bem criativas.

"The One That You Hated" foi o primeiro single e é o típico Hard Rock grudento, com uma melodia cantarolável. Diferente das anteriores, não abusa dos instrumentos de corda dropados ? provavelmente por ser a música de trabalho. "Good To Be Bad" é um misto: um genuíno Sleaze Rock, com uma pitada de terror ressaltada por alguns riffs e uma adição de Classic Rock aqui e acolá. Uma das melhores até o momento.

"Just Don´t Ask", que tem a participação especial de Slash, tira o pé do acelerador. É iniciada por um pequeno trecho de violão clássico e seguida por um dedilhado no violão com a voz grave de Jacob Bunton. Uma ótima balada, com a aura de bad boy que é de praxe do Popcorn Adler e seus companheiros. "Blown Away" retoma o peso em doses cavalares, flertando até mesmo com o Heavy Metal.



"Waterfall" é o tipo de música "pra cima", feliz, animadinha e bem melódica. Tem potencial de single de rádio. "Habit" repete o padrão Sleaze Rock de forma mais cadenciada. Chegando perto do fim, "Your Diamonds" surpreende com sua intro no piano. Novamente, há o comando do da voz grave de Bunton, que dá a tônica diferenciada de todo o registro. Das baladas do registro, é a melhor. "Dead Wrong" fecha o trabalho com peso e destaque para as simplórias, porém certeiras linhas de bateria de Steven Adler.

Diferente do Adler´s Appetite, o Adler parece ter mais futuro. Pode vingar e trazer novos trabalhos ainda melhores que o já ótimo Back From The Dead. Back From The Dead tem ótimas músicas e esbanja energia. Espero que Steven Adler se ocupe menos em falar asneiras em suas entrevistas para trabalhar em mais músicas com o trio que o acompanha.



Jacob Bunton (vocais)
Lonny Paul (guitarra)
Johnny Martin (baixo)
Steven Adler (bateria)

01. Back From The Dead
02. Own Worst Enemy
03. Another Version Of The Truth
04. The One That You Hated
05. Good To Be Bad (com participação de John 5)
06. Just Don´t Ask (com participação de Slash)
07. Blown Away
08. Waterfall
09. Habit
10. Your Diamonds
11. Dead Wrong

por Igor Miranda

#interessante

#suaopinião

Revista Cifras
Petaxxon Comunicação Online

© Copyright 2017

notícias | artigos | entrevistas | videos

©2017 Petaxxon Comunicação Online