Revista Cifras - As notícias do mundo da música
Revista Cifras
João Gilberto
Criador da bossa nova, João Gilberto vive em 'absoluta penúria financeira'
The Grammy Awards
'Despacito' domina Grammy Latino 2017 com quatro prêmios
Anitta
Anitta está oficialmente 'casada' com Thiago Magalhães
Janet Jackson
Nariz de Janet Jackson está 'caindo', diz cirurgião plástico
Igor Miranda
Ver Colunas de Igor Miranda

#artigo

Próxima edição do Grammy é um "requentado indigesto" para fãs de rock e metal

12/10/2013 10:03:15 AM
(Foto: Montagem/LaMusicBlog)


No ano passado, o Halestorm levou o Grammy pela "Best Metal Performance" com a música "Love Bites (So Do I)", ainda este ano, na 55ª cerimônia. Um novo nome, enfim, para refrescar a lista da cerimônia. Mas a lista de indicados já denotava um desgaste em relação aos nomes relacionados ao Rock e Metal. Neste ano, a coisa piorou. São poucos nomes novos entre os indicados às categorias Rock/Metal (você pode ver todos os indicados de tais categorias clicando aqui).

A sensação é que trata-se de um jantar com um grande "mexidão", aproveitando aquilo que já empanturrou muitos no almoço. A categoria "Best Metal Performance", por exemplo, conta com a presença do Anthrax executando um cover do AC/DC. "Room 24", do Volbeat, estreante em Grammys, provavelmente só entrou porque tem participação do consagrado King Diamond. E para uma lista mais manjada do que essa, só faltou alguma música do (péssimo) novo álbum do Megadeth - para eles não ganharem, como sempre.



(Não que o Anthrax não mereça um Grammy... mas com um cover batido de uma música que foi pouco alterada na versão proposta?)

A lista "Best Rock Album" deixa ainda mais evidente esse déficit: "Celebration Day", do Led Zeppelin, um álbum ao vivo gravado em 2007, está entre os melhores do ano. Fora os old school "13" (Black Sabbath), "Psychedelic Pill" (Neil Young) e "The Nexy Day" (David Bowie). Sobrou espaço para duas bandas mais novas, mas que não são tão novas assim: "...Like Clockwork" (Queens Of The Stone Age) e "Mechanical Bull" (Kings Of Leon).

Apesar de eu ser um pouco saudosista, acredito que há muito mais além disso que possa entrar nessa lista. A impressão que tenho é que o Rock e o Metal precisam de renovação. De que forma tal renovação deve ser feita? Se eu soubesse, já estaria tentando faturar com isso. Mas será que ela já não está sendo feita?

Será que os tais críticos de música e responsáveis pelos indicados da premiação estão ouvindo de verdade os novos álbuns que chegam até eles? Talvez não seja necessário ir atrás de coisas novas? O que será que vai acontecer com essas premiações depois que esses tiozões baterem as botas ou se aposentarem? Vão entrar mais covers para uma cerimônia desse tamanho, como o que o Anthrax fez?

Temo que essas perguntas jamais sejam respondidas. Temo pelo pior dentro do rock e metal, gêneros tão saudosistas e atualmente incapazes de se reinventar, que podem sucumbir pelo "eterno endeusamento".

(Texto originalmente publicado no site Van do Halen)

por Igor Miranda

#interessante

#suaopinião

Revista Cifras
Petaxxon Comunicação Online

© Copyright 2017

notícias | artigos | entrevistas | videos

©2017 Petaxxon Comunicação Online