Revista Cifras - As notícias do mundo da música
Revista Cifras
Anitta
Anitta divulga novo trailer do clipe 'Vai Malandra'
David Bowie
Documentário sobre anos finais de David Bowie ganha trailer
Phil Collins
Phil Collins anuncia show extra em São Paulo
Steven Tyler
Steven Tyler inaugura abrigo para jovens vítimas de abusos
Ronaldo Bezerra
Ver Colunas de Ronaldo Bezerra

#artigo

Reflexão Sobre A Música Na Casa De Deus

8/26/2010 9:35:37 AM
"... o filho do homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos" ? Marcos 10:45


Como líder do ministério de música, vejo-me diante do dever de propor uma reflexão em torno de um assunto que interessa a todos nós.

Trata-se de uma avaliação que, como cristãos e músicos, devemos fazer na busca de uma postura e prática coerentes com a proposta do Evangelho na sua essência, "... o filho do homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos".

Acredito que todos nós temos uma crise relacionada com valores, ou seja, nossos valores conflitam com os valores de Deus. Nós achamos que sempre devemos ser os primeiros, mas o Senhor decidiu que os últimos serão os primeiros. Nós queremos que toda atenção do mundo esteja voltada para nós, mas o Senhor determinou que aquele que se humilhar será exaltado. Nós queremos competir, e no reino de Deus vigora a lei da cooperação (Ef 4:16).

Parece-me que estamos diante de um dilema e temos uma decisão a tomar. Às vezes me questiono se estamos agindo da maneira correta em relação ao talento musical que o Senhor nos deu. Até que ponto esse talento é um instrumento para serviço ou para auto-promoção? Qual o motivo que leva uma pessoa gravar um CD, considerando, por exemplo, a quantidade de trabalhos novos e a competitividade do mercado no setor evangélico? Será que estamos no rumo certo? Será que estamos prestando um serviço ou um desserviço à igreja, a sociedade e a nação?

Creio que o momento requer de nós uma revisão honesta e, quem sabe, uma reformulação completa de nossos valores, pois se nosso trabalho musical não segue os caminhos e valores eternos do evangelho de Cristo, estamos perdendo tempo, e o pior, o Senhor não está sendo glorificado.

Os nossos ministérios de música têm como missão primordial trabalhar por manter os valores divinos no lugar que devem estar, e, ao mesmo tempo, buscar unidade entre os músicos com o fim de dar e receber, e assim servir a igreja, a sociedade e a nação para a glória de Deus.

Creio que o Senhor está conosco e nos ajudará nesta caminhada, pois Ele é, e será sempre, a razão de ser da nossa vida, talento e ministério.

Deus abençoe!

por Ronaldo Bezerra

#suaopinião

Revista Cifras
Petaxxon Comunicação Online

© Copyright 2017

notícias | artigos | entrevistas | videos

©2017 Petaxxon Comunicação Online