Revista Cifras - As notícias do mundo da música
Revista Cifras
Anitta
Anitta e J Balvin lançam clipe retrô para 'Downtown'
Cifras
Ricardo Bueno, ex-cantor do Dominó, morre aos 40 anos
Lady Gaga
Fãs comparam Lady Gaga a Joelma por visual em show no AMAs
Taylor Swift
Ed Sheeran nega que música de Taylor Swift seja sobre ele
Igor Miranda
Ver Colunas de Igor Miranda

#artigo

Top 15: 70 anos de Mick Jagger

7/25/2013 11:05:50 PM
(Foto: Getty Images)


O mítico vocalista do Rolling Stones, Mick Jagger, completa hoje 70 anos nesta sexta-feira (26), com mais de 50 desses dedicados à música.

No comando dos Stones, Jagger se consagrou como uma figura polêmica. Ícone da contracultura emergente na década de 1960, Mick provou com o tempo e com seu grupo que não se tratava apenas de um sucesso passageiro.

O top 15 musical abaixo foi preparado em homenagem a este grande ídolo do rock n roll, nascido em 26 de julho de 1943. Alguns dos momentos mais importantes da carreira de Mick Jagger e dos Rolling Stones estão aí. Divirtam-se!

Rolling Stones: "Come On" (Chuck Berry cover)
O primeiro single da carreira dos Stones. No início, a banda apostava em covers e não em músicas autorais, muito por conta de ordens da gravadora, Decca Records.



Rolling Stones: "(I Cant Get No) Satisfaction"
A música divisora de águas da banda. A primeira parceria de sucesso de Jagger com Keith Richards como compositores. A partir dessa faixa, que atingiu o 1° lugar nas paradas dos Estados Unidos e Reino Unido, entre outros países, o grupo começou a apostar mais em obras próprias.



Rolling Stones: "Paint It, Black"
Um clássico diferenciado. Essa música tem um tom sombrio, conduzido pelo instrumental arrojado e pela interpretação adequadíssima de Mick Jagger.



Rolling Stones: "Jumpin Jack Flash"
Parte integrante do grande suprassumo do rock n roll. A canção que impôs algumas regras importantes ao estilo, justamente por evidenciar ganchos melódicos. Era possível ser bad boy e tocar nas rádios.



Rolling Stones: "Sympathy For The Devil"
Se "Paint It, Black" inicia a desenvolver uma musicalidade sombria, "Sympathy For The Devil" é como a conclusão desse processo. A canção pode ser facilmente confundida com um ritual em adoração a satanás. Na verdade, Jagger se define como o próprio durante a letra.



Rolling Stones: "Wild Horses"
Em determinados momentos da carreira, os Stones sequer tentaram esconder algumas influências externas ao rock. Uma delas é o country. E se apoderando de tal influência, o grupo gerou uma bela balada.



Rolling Stones: "Angie"
Se "Wild Horses" é uma balada com tom de "pé na estrada", "Angie" é a "de volta ao lar". Açucarada, é a canção ideal para uma declaração de amor. A performance de Mick Jagger merece destaque.



Rolling Stones: "Its Only Rock N Roll (But I Like It)"
É só rock n roll, mas eu (também) gosto! Música simples, direta e certeira. Sem complicações, assim como o rock deveria ser.



Rolling Stones: "Miss You"
Com o surgimento de novas tendências na música, a popularidade dos Stones, que viveu seu melhor momento entre o fim da década de 1960 e o início dos anos 1970, caía progressivamente. "Miss You" foi uma forma de respirar o ar daquela época, com um flerte sutil e preciso com a dance music. Apenas gênios podem misturar estilos e mesmo assim soar uniformes.



Rolling Stones: "Start Me Up"
Seria possível gerar um clássico do rock em 1981? Esse era o questionamento de muitos fãs de classic rock na época, pois as bandas do gênero não soavam como antigamente ou já tinham encerrado suas atividades. Novas tendências surgiam. Mas os Stones (sempre) permanecem. "Start Me Up" é um tapa na cara dos céticos daqueles tempos.



Mick Jagger: "Dancing In The Street" (com David Bowie)
Jagger não se mantinha preso aos Stones. Lançou alguns trabalhos solo, tanto em disco quanto em single. Nessa música, Mick se junta com o seu tão falado "affair" (obviamente de acordo com rumores) David Bowie para um momento épico e sublime.



Mick Jagger: "Lets Work"
No final da década de 1980, os Stones estavam perto de encerrar suas atividades enquanto banda. Para amenizar o clima, deram uma pausa. Durante esse período, Jagger produziu mais um disco solo, "Primitive Cool", tido como o seu melhor pelos críticos (apesar pelas baixas vendas). "Lets Work" é o principal single de divulgação desse trabalho.



Rolling Stones: "Like A Rolling Stone" (Bob Dylan cover)
Aproveitando da referência contida no título da música de Bob Dylan, o Rolling Stones gravou um cover personalizado, com a cara do grupo, em 1995. A performance de Mick Jagger é incrível aqui.



Rolling Stones: "Rough Justice"
Em termos criativos, os Stones estavam preguiçosos entre o fim da década de 1990 e o início dos anos 2000. "A Bigger Bang", álbum de 2005, encerrou este marasmo. E "Rough Justice" prova novamente que não há época para um clássico do rock.



Rolling Stones: "Doom And Gloom"
A fim de prestar tributo aos seus 50 anos de carreira, o Rolling Stones lançou uma coletânea, intitulada "GRRR!" com duas músicas inéditas em 2012. "Doom And Gloom" mostra o poder da banda, pois ainda repercute em diversos veículos.

por Igor Miranda

#interessante

#suaopinião

Revista Cifras
Petaxxon Comunicação Online

© Copyright 2017

notícias | artigos | entrevistas | videos

©2017 Petaxxon Comunicação Online