Revista Cifras - As notícias do mundo da música
Revista Cifras
B.B. King
Filhas afirmam que B.B. King foi envenenado por empresária
Dave grohl
Dave Grohl afirma estar obcecado por Taylor Swift e dedica músicas a ela
Led Zeppelin
Led Zeppelin vai se reunir para novo disco e turnê em 2016, diz jornalista
Cifras
Em São Paulo, ex-Polegar Rafael Ilha é preso pela oitava vez
Entrevistas Artigos

#notícia

Erasmo Carlos fala sobre vida, carreira e parcerias em entrevista ao Fantástico. Confira!

1/7/2013 11:40:30 AM
Erasmo Carlos fala sobre vida, carreira e parcerias em entrevista ao Fantástico. Confira!Cantor conta sobre a época da Jovem Guarda
Em uma entrevista para o quadro "O Que Eu Vi Da Vida" do Fantástico (Rede Globo) exibida no último domingo (6), o cantor Erasmo Carlos revelou mais detalhes sobre a época da Jovem Guarda, sobre as parcerias de longa data com Roberto Carlos e Wanderléa, além sexo, drogas e rock n´roll.


Sobre a ternurinha Wanderléa, o cantor afirmou: "O convívio da Wanderléa com a gente era muito, então um agarramento aqui e outro ali pode ter existido. Mas fora do grupo, choviam mulheres. Sexo é uma coisa maravilhosa, é um momento que nos apoxima de Deus, é algo mágico. A coisa que mais aproxima a gente de Deus é a música e o orgasmo".

O tremendão - apelido que ganhou na época -, falou sobre as dificuldades de sua infância: "Minha mãe veio mãe solteira da Bahia, de navio, e eu nasci aqui no Rio. Sempre moramos na casa dos outros e minha mãe pagava com trabalho nossa estadia".

Dentre altos e baixos pelos quais já passou em sua vida, Erasmo falou das dificuldades e ainda relevou a importância da carreira em sua vida: "A bebida foi a única droga que me prejudicou. A bebida ajudou a provocar os baixos da minha vida. Mas, o que eu faço hoje em dia é muito comparado com outras pessoas da minha idade.A música me tirou de certos caminhos que eu poderia ter seguido. Fui pego pela influência do rock and roll, aprendi a tocar violão com Tim Maia e, aos poucos, fui tocando, cantando e compondo". ".

Já a amizade com Roberto Carlos começou por meio de um amigo em comum, que levou Roberto a sua casa porque ele precisava de uma letra de música, "A gente foi convivendo e foi ficando amigo. Muitas brigas de turma nos aproximaram. Aquele negócio de 'brigamos juntos', sabe? Daí, de amigo a gente foi se identificando musicalmente. Com meu conjunto vocal fui fazendo coro para o Roberto, até que um dia resolvemos fazer juntos um rock em português e fizemos. Parei na Contramão". Depois não paramos mais até hoje!", contou o Tremendão.



Por Reuel Almeida e Tony Oliveira

#suaopinião


ei nerd  


Revista Cifras
Petaxxon Comunicação Online

© Copyright 2015

notícias | artigos | entrevistas

©2015 Petaxxon Comunicação Online