Revista Cifras - As notícias do mundo da música
Revista Cifras
Funk
MC Diguinho lança 'versão light' de funk com apologia ao estupro
Elis Regina
Disco clássico de Elis Regina será relançado no Dia das Mães
Cifras
Músico Flávio Henrique morre por complicações da febre amarela em BH
Arlindo Cruz
Após 10 meses internado, Arlindo Cruz deve receber alta em breve

#notícia

MC Diguinho lança 'versão light' de funk com apologia ao estupro

1/19/2018 8:53:12 AM
MC Diguinho lança 'versão light' de funk com apologia ao estuproMC Diguinho alterou trechos da polêmica composição (Reprodução/Instagram)
A música 'Surubinha de Leve', do MC Diguinho, foi relançada em uma 'versão light', como descrita pelo próprio funkeiro, na última quinta-feira (18). O funk havia sido acusado de fazer apologia ao estupro e sua versão original chegou a ser removida do YouTube e do Spotify.


O trecho mais polêmico, originalmente, dizia: "Taca a bebida / Depois taca a p**a / E abandona na rua". Na chamada 'versão light', a composição afirma: "Taca bebida / Depois taca e fica / Mas não abandona na rua".

Na nova versão, há, ainda, trechos como "Brota e convoca as tchucas" e "Surubinha de leve com essas minas malucas". O restante da composição foi mantida igual à original.

Assista ao clipe:



'Surubinha de Leve' virou assunto nas redes sociais nos últimos dias, após internautas apontarem que sua letra faz apologia ao estupro. A faixa tem trechos como "Taca a bebida / Depois taca a p**a / E abandona na rua". A música chegou a liderar a lista das músicas mais virais do Brasil no Spotify, além de conquistar milhares de visualizações no YouTube.

Após as críticas, as plataformas resolveram agir. Por meio de assessoria, o Spotify informou que recebeu diversas denúncias e entrou em contato com a gravadora, que prometeu retirar a música da plataforma nas próximas horas - algo que se concretizou, pois a canção não está mais disponível. O serviço ainda informou que a música foi parar na lista das mais virais pois teve um "pico de consumo nos últimos dias".

O YouTube tomou a mesma atitude. Poucas horas antes do previsto para a publicação do clipe oficial, o vídeo do canal da produtora com o áudio da foi excluído. A plataforma de vídeo afirma que não comenta casos específicos.

Depois da repercussão negativa, MC Diguinho confirmou a 'versão light' da canção, após reconhecer "o conflito de informações devido toda repercussão" (sic). "O mesmo informa que em sua residência mora com a sua mãe, irmãs e sobrinha. Jamais iria denegrir a honra e moral das mulheres", disse, em comunicado.




Confira, a seguir, a nova letra de 'Surubinha de leve':

"Pega a visão pega a visão / Pega a visão Pega a visão / Quele pique oh / E o Selminho que tá mandando anda chama / E o Diguinho que tá mandando anda chama / Pode vim sem dinheiro mas trás uma malandra / Pode vim sem dinheiro mas trás uma malandra

Ai. Brota e convoca as tchucas / Brota e convoca as tchucas / Mas tardes tem fervo hoje vai rolar suruba / Só uma Surubinha de leve / Surubinha de leve com essas minas malucas / Taca bebida depois taca e fica / Mas não abandona na rua

O ritmo do Diguinho é esse aqui oh / Pega a visão Pega a visão / O ritmo do Selminho é esse aqui oh / Quele pique oh

Só uma Surubinha de leve / Surubinha de leve com essas minas malucas / Taca bebida depois taca e fican/ Mas não abandona na rua"


Por Igor Miranda (@silvercm) e Estadão Conteúdo

#suaopinião


ei nerd  


#tags

MC Diguinho

Funk

Música

Arlindo Cruz

Anitta

Jojo Todynho

gusttavo lima

sertanejo

instagram

Cranberries

The Cranberries

Simone e Simaria

anitta

carnaval

the voice kids

beyoncé

pabllo vittar

lady gaga

simone e simaria

Ed Sheeran

The Voice Brasil

MC Livinho

Pabllo Vittar

SHINee

Jonghyun

Nando Reis

Revista Cifras
Petaxxon Comunicação Online

© Copyright 2018

notícias | artigos | entrevistas | videos

©2018 Petaxxon Comunicação Online