Revista Cifras - As notícias do mundo da música
Revista Cifras
U2
Após show, U2 visita centro de SP e grava trecho de clipe
Caetano Veloso
Internautas sobem tag #CaetanoPedofilo após cantor processar Frota e MBL
Pink
Pink revela que Christina Aguilera já tentou socá-la
Anitta
Anitta rebate críticas por ter dançarino com Síndrome de Down
Últimas Notícias
RSSTwitterRevista Cifras no Youtube
Sandy

Sandy quebra protocolo e fala sobre fantasias 'na hora H'

Cantora não costuma falar sobre intimidade, mas abriu exceção para Matheus Mazzafera

Taylor Swift

Ouça 'Gorgeous', nova música de Taylor Swift

Canção, que aposta muito em um ritmo dançante, fará parte do disco 'Reputation'

Chimbinha

Ximbinha afirma que processará cantora que deixou sua banda

Músico nega que esteja devendo Michele Andrade e revelou o antigo salário da cantora

Anitta

Anitta nega suposta briga com Pabllo Vittar: 'somos parceiras'

'Sei que ela vai longe representando milhares de pessoas', afirmou a cantora carioca

Pink Floyd

Homenagem da Polenguinho ao Pink Floyd é confundida com bandeira LGBT

Brincadeira com capa de 'The Dark Side Of The Moon' gerou polêmica na web

Mais Notícias
Entrevistas Artigos

#notícia

Música, sexo e drogas agem da mesma forma no cérebro, diz estudo

2/10/2017 10:49:10 AM
Música, sexo e drogas agem da mesma forma no cérebro, diz estudoO psicólogo Daniel Levitin, principal autor do estudo (Reprodução/Twitter)
A música afeta o cérebro humano de uma forma muito semelhante ao sexo ou às drogas. É o que revela um novo estudo, feito pela Universidade McGill, de Montreal, Canadá.


A pesquisa, publicada na revista científica "Nature", consistiu em bloquear os opioides do cérebro de 17 voluntários com a naltrexona. A substância é utilizada em tratamentos para dependentes de álcool e drogas.

Logo depois, foram medidas as reações dos voluntários com estímulos musicais. E percebeu-se que, sob efeito da naltrexona, até mesmo as músicas prediletas de cada participante deixavam de gerar sensações de prazer.

"Essa é a primeira demonstração de que os próprios opioides cerebrais estão envolvidos no prazer musical. Era o que prevíamos, mas a reação dos participantes em meio a tudo isto foi fascinante", disse o psicólogo Daniel Levitin, principal autor do estudo.

Segundo o estudo, a importância de estudos como este é imensa, visto que representa um avanço na origem da neuroquímica do prazer. Com conhecimento nesta área, é possível ser mais assertivo no combate à dependência de atividades consideradas prazerosas, como o consumo exagerado de bebida alcoólica ou vício em relações sexuais.

Por Igor Miranda

#interessante

#suaopinião


ei nerd  


#tags

Caetano Veloso

Anitta

Sandy

Taylor Swift

XCalypso

Calypso

Ximbinha

Banda X

Michele Andrade

Pabllo Vittar

Ed Sheeran

Red Hot Chili Peppers

Pearl Jam

Liam Gallagher

Imagine Dragons

Lana Del Rey

The Killers

Paul McCartney

DJ Alesso

Maiara e Maraisa

Marilyn Manson

Rouge

Linkin Park

Música

Beyoncé

Luan Santana

Lollapalooza

Fifth Harmony

Madonna

Foo Fighters

Dave Grohl

Fergie

MC Kevinho

Chitãozinho e Xororó

Anavitória

The Voice Brasil

Aerosmith

Steven Tyler

Shakira

Rock In Rio

Lady Gaga

Miley Cyrus

Demi Lovato

Revista Cifras
Petaxxon Comunicação Online

© Copyright 2017

notícias | artigos | entrevistas | videos

©2017 Petaxxon Comunicação Online