Deixou saudade: 10 bandas que acabaram cedo demais

Quem é amante da boa música, sabe que não é todos os dias que surgem bandas que realmente entrarão para a história. Nomes como Bon Jovi, Kiss, Metallica, dentre tantos outros se mantém firmes há mais de 30 anos em suas carreiras. Décadas que são motivos de orgulho, pois representam sua impecável trajetória.

Mas por outro lado, quando uma banda realmente faz a diferença e toca o coração, não importa o quanto tenha durado, você sabe que ela deixou saudades para sempre.

Veja 10 bandas que infelizmente acabaram antes da hora e deixaram aquele gostinho de quero mais.

Mamonas Assassinas

A trajetória do Mamonas Assassinas foi interrompida por uma tragédia que abalou o Brasil. Os cinco integrantes da banda foram mortos quando o avião onde viajam se chocou contra a Serra da Cantareira em 2 de março de 1996. A banda lançou apenas um álbum, com sucessos como “Pelados em Santos” e “Vira-Vira”.

Nirvana

A banda foi o ícone principal do surgimento do movimento grunge, que se iniciou em Seattle, EUA. Com oito anos de duração, a banda encerrou suas atividades no auge da carreira, em 1994, com a morte do vocalista Kurt Cobain. O Nirvana lançou três álbuns e até hoje são considerados como uma das maiores bandas da história do rock.

Audioslave

Formado por ex-integrantes do Rage Against the Machine e pelo vocalista do Soundgarden, Chris Cornell, o Audioslave surgiu em 2001 e de cara, surpreendeu aos fãs com a química perfeita dos músicos. Após três álbuns bem sucedidos e vários singles icônicos, a banda chegou ao fim em 2007 alegando “conflitos de personalidade”.

Veja também:
Kelly Key compara sua carreira com a de Anitta: 'não tive a mesma garra'

Sex Pistols

Um dos percussores do movimento punk nos anos 70, o Sex Pistols surgiu na Inglaterra e foram responsáveis por inspirarem inúmeras outras bandas do seguimento. Mesmo com apenas três anos de carreira e quatro singles, eles são lembrados como uma das bandas mais importantes da história. A banda chegou ao fim em 1978, com a saída do vocalista Johnny Rotten e logo em seguida a morte do baixista Sid Vicius.

Joy Division

Formado em 1976, o Joy Division contou com influências do movimento de punk rock que acontecia na Inglaterra. Eles lançaram seu primeiro álbum em 1978 e as vésperas da primeira turnê americana da banda em 1980, o vocalista Ian Curtis, que sofria de depressão, cometeu suicídio. O lançamento póstumo do segundo álbum da banda “Closer” aconteceu logo em seguida. Após a morte de Ian, os membros remanescentes criaram o New Order,

The Smiths

A banda liderada por Morissey surgiu em 1982 e juntos lançaram quatro álbuns de estúdio. São considerados até hoje uma das bandas britânicas mais importantes do rock alternativo, além de ser uma das principais influências de bandas indies atuais. Eles se separaram em 1987 e desde então Morissey segue carreira solo.

The Doors

O The Doors foi uma das bandas mais icônicas da história do rock. Liderados por Jim Morrison, a banda foi considerada uma das mais controversas dos anos 60. Após a morte de Morrison, por overdose em 1971, os membros restantes continuaram como um trio, até se separarem em 1973.

Veja também:
Lennon ou McCartney? Estatísticos descobrem quem compôs 'In My Life', dos Beatles

Creedence Clearwater Revival

https://www.youtube.com/watch?v=TS9_ipu9GKw

A banda americana de country-rock, apesar de tocarem juntos desde 1959, adotaram o nome Creedence Clearwater Revival apenas em 1967. Juntos, lançaram sete álbuns de estúdio com vários singles de sucessos. Eles chegaram ao fim em 1972.

Velvet Revolver

Apesar de não ter acabado oficialmente, a banda está em hiato desde 2008, sem previsão para um possível retorno. Formada por Scott Weiland e os ex-integrantes da formação inicial do Guns n´Roses, além de Dave Kushner, o Velvet Revolver chegou a lançar singles de sucessos como “Slither” e “Fall to Pieces”, no entanto com a saída de Weiland em 2008, interromperam as atividades.

The Beatles

Formada em 1960, a banda de Liverpool é uma das mais conhecidas e importantes do mundo. Mesmo com apenas dez anos de existência, os Beatles revolucionaram o rock mundial e produziram uma infinidade de singles ao logo de sua carreira. Em 1970, a banda se separou oficialmente e cada integrante seguiu em carreira solo. John Lennon, foi assassinado em 1980, e George Harrison morreu em 2001 por um câncer de pulmão. Paul McCartney atualmente lançou o álbum “New” , enquanto Ringo Starr, segue em turnê pela America Latina.

Compartilhar