Foto: Pixabay

Saiba como conservar sua coleção de discos de vinil com essas dicas

O disco de vinil (ou LP), criado no ano de 1948, dominou a indústria fonográfica por muitas décadas, antes de se tornar “obsoleto” com a invenção dos CD’s. Hoje em dia, eles são vistos como objetos de colecionador e cultuados como ícones da história mundial da música. Recentemente, as gravadoras também passaram a apostar num revival do formato, disponibilizando os álbuns de seus artistas no formato de LP.

Não foi por acaso que o vinil foi substituído dentro da indústria da música: entre outros problemas, o LP é bastante frágil, danificando-se com facilidade. Além de serem raros e custarem caro, ninguém gosta de perder algo que guarda com carinho, não é mesmo?

Veja também:
The Who lança a música 'Ball And Chain' e anuncia novo álbum

Os amantes dos discos de vinil levam suas coleções a sério e com razão. Para ficarem bem conservados, os LP’s precisam de atenção especial no armazenamento, na reprodução e na higienização.

Não encostar

Parece até loucura, mas a primeira dica para conservar seus discos de vinil é jamais encostar diretamente nele. O manuseio do LP deve ser de extremo cuidado, pois a oleosidade da pele humana pode facilitar o acúmulo de poeira.

Além disso, poderia arranhar ou manchar o disco. O ideal é tocá-lo apenas pelas bordas ou pelo selo. E deixar cair? Nem pensar! O vinil se quebra com bastante facilidade.

Contra a poeira

A poeira é uma das principais inimigas do vinil, por isso, eles precisam ser armazenados em saquinhos plásticos antes de serem colocados dentro da capa (ou envelopes especiais antiestáticos).

Outra dica é proteger a própria capa com embalagens plásticas: por serem de papelão, o atrito entre elas na estante poderá desgastar a arte.

Limpeza

Ainda falando sobre a poeira, é fundamental manter os discos de vinil limpos e isso requer atenção constante. Antes de mais nada, saiba o que não fazer em hipótese alguma:

  • NÃO assopre a poeira do disco! Esse ato é quase involuntário, mas além de ar, você também estará assoprando saliva e outros elementos que podem danificar seu LP;
  • NÃO limpe o disco na camiseta! Não importa o quanto o tecido pareça macio, ele não é apropriado para a limpeza do vinil;
  • NÃO utilize solventes (gasolina, fluido de isqueiro, amoníaco, acetona, aguarrás, tíner, entre outros)! Eles são altamente agressivos com o vinil e podem até dissolver o plástico. Além disso, são inflamáveis e aumentam o risco de incêndio.

No mercado especializado, existem escovas criadas especialmente para a limpeza de discos de vinil. Caso não tenha interesse em realizar o investimento, uma boa opção são os pincéis de maquiagem. Em caso de panos, é ideal dar preferência para os de microfibra (aqueles que costumam acompanhar estojos de óculos).

Lavar os discos de vinil com água e sabão neutro é a maneira mais simples e barata de higienizar a coleção de LP’s. Na hora de secar, o ideal é deixa-los descansando ao ar livre em ambiente fechado, sem tomar sol. Utilizar pano ou papel para absorver a água pode acabar deixando algum resíduo no disco. Por fim, é ideal que o plástico interno seja trocado antes de armazenar o disco novamente, afinal, ele também deverá ter acumulado poeira.

Os três inimigos dos discos de vinil

Faça tudo o que estiver ao seu alcance para proteger seus LPs de três inimigos cruéis: calor, umidade e luz solar. O vinil é um material plástico que pode se deformar se exposto às altas temperaturas, por isso, não os armazene próximos de fontes de calor (como aquecedores e equipamentos elétricos) ou onde recebam contato direto da luz do sol.

Já a umidade colabora com a proliferação de fungos, o que pode ser uma verdadeira tragédia para um disco de vinil. Um disco mofado pode se danificar sem chance de retorno, mesmo depois de limpo. Além de comprometer a qualidade e o desempenho musical, o bolor pode favorecer a quebra do disco e destruir a sua capa.

Discos de vinil na vertical

Pouquíssima gente sabe que armazenar seus discos de vinil empilhados horizontalmente é um grande crime musical. Nessa disposição, os LP’s ficam mais propensos a sofrerem deformações e riscos.

A maneira ideal de armazenar a coleção é verticalmente (em pé), um ao ladinho do outro. Pra ficar ainda melhor, é interessante que a estante em questão tenha portas que protegerão os discos da poeira.

Toca-discos

Pra finalizar, jamais se esqueça de dar a devida atenção, também, ao seu toca-discos. Mantenha a vitrola sempre limpa e proteja-a com capa quando não estiver utilizando.

Conte também com a ajuda de profissionais para manter a agulha em boas condições: se muito gastas, elas podem riscar os seus discos.