Os artistas que lucraram com suas mortes

Dizem que a morte é a única que perdoa todos os pecados e defeitos. Infelizmente, seja por imprudência ou mero acaso, acabamos perdendo verdadeiros talentos precocemente. O que esses artistas têm em comum é que todos acabaram vendendo muitos álbuns após suas mortes, alguns até mais do que quando estavam vivos.

O curioso é que até mesmo aqueles que já nem estavam tão populares na mídia, conseguiram alcançar seu apogeu com a morte.

Veja quem são

Michael Jackson

Em 2009 a morte do rei do pop Michael Jackson, fez com que ele faturasse mais de 275 milhões de dólares. Os lucros vêm da venda de cds, singles, merchandising, direitos de imagem e nome para o filme “This Is It”. Após a morte, Michael chegou a vender 4 milhões de álbuns em um único mês.

Amy Winehouse

Amy Winehouse vendeu mais de dois milhões de discos desde que morreu, em julho de 2011. O número representa um acréscimo de 10% ao total de exemplares vendidos em toda a sua carreira. “Lioness: Hidden Treasures”, seu albúm póstumo, foi responsável por 1,5 milhões de cópias vendidas.

Elvis Presley

Elvis Presley ainda é considerado um dos artistas mais bem pagos do mundo. Segundo a revista “Forbes”, o rei do rock Elvis Presley fatura até os dias de hoje, US$ 90 milhões por ano, mesmo depois de mais de 35 anos após sua morte em agosto de 1977. A Elvis Presley Corporation foi criada pela família do cantor para administração dos direitos autorais das músicas e produtos. Só a empresa já chegou a faturar US$ 55 milhões anualmente.

Veja também:
Designer faz escudos criativos imaginando se bandas fossem times de futebol

Whitney Houston

Whitney Houston teve as vendas de seus álbuns disparadas após sua morte, no dia 11 de fevereiro de 2012. A canção mais conhecida da cantora, ‘I Will Always Love You’, foi a faixa mais vendida no iTunes na dia seguinte ao seu falecimento e a diva vendeu 50 mil unidades de seu CD, após apenas um dia e meio de sua morte, aos 48 anos.

John Lennon

Desde que o cantor John Lennon, ex-integrante dos Beatles, foi assassinado em 8 de dezembro de 1980, o astro nunca parou de ganhar dinheiro. O lucro ainda gira em torno de US$ 1,6 milhões por ano.

Cazuza

O cantor Cazuza, que morreu em julho de 1990, ainda lucra de R$ 60 mil e R$ 70 mil mensais em direitos autorais. Em 2004, o filme que contava a trajetória do cantor arrecadou R$ 400 mil na bilheteria. Todo o dinheiro é investido na ONG ‘Viva Cazuza’, que visa ajudar pessoas com Aids e é administrada pela mãe do cantor.

Renato Russo

As canções feitas por Renato Russo, vocalista e mentor da banda Legião Urbana, permanecem embalando a juventude atual. O Legião ainda vende cerca de 20 mil cópias por mês desde o falecimento de Renato em 1996.

#comentários

Compartilhar