Os músicos mais azarados da história

Um músico deixar sua banda, é uma coisa normal, alguns resolvem sair porque querem investir em um novo projeto, outros não aguentam as divergências com o grupo e também tem aqueles que pisam na bola e acabam sendo expulsos. Mas e quando isso acontece e a banda se torna o maior fenômeno de sucesso? Deve doer um pouquinho não é?

Você provavelmente não conhece nenhum nome que verá abaixo. Sabe por quê? Eles saíram da banda antes de se tornarem famosos. Veja quem são os músicos azarados que não puderam sentir nem o gostinho do sucesso.

Tracii Guns – Ex Guns n’ Roses

Tracii foi o fundador da L.A. Guns e logo depois resolveu montar com Axl Rose e companhia o Guns n´Roses. Não demorou muito e o rapaz resolveu sair porque não gostou da “orientação musical” e do rumo que a banda estava tomando. Ele foi substituído por seu amigo de infância, Slash.

Chuck Mosley – Ex Faith No More

Ele foi o primeiro vocalista do Faith No More e chegou até a participar dos dois primeiros álbuns da banda, mas resolveu sair em 1989 por “divergências criativas”. A saída de Mosley acabou deixando a vaga para Mike Paton.

Sam Licata e Charles Edwards – Ex Backstreet Boys

Os dois perderam a oportunidade de vender 180 milhões de cópias de CD quando deixaram os Backstreet Boys por “motivos pessoais”. Eles foram substituídos por Kevin Scott e Brian Thomas Littrell.

Veja também:
Preta Gil conta que dormia na aula para ir a shows com seus pais

Dave Evans – Ex AC/DC

Dave Evans foi o primeiro vocalista do AC/DC. Ele foi expulso da banda após se recusar a subir no palco em uma apresentação sem nenhum motivo aparente. Em 1974 ele foi substituído pelo lendário Bon Scott, que veio a falecer em 1980, deixando o microfone com Brian Johnson.

Chad Channing – Ex Nirvana

Foi baterista do Nirvana entre 1988 e 1990 e chegou a participar do primeiro disco lançado pela banda, “Bleach”. Channing resolveu deixar a banda por conta das discórdias entre ele e Kurt Cobain, que segundo o baterista, não deixava espaço para que ele participasse nas composições. Chad foi substituído pelo icônico, Dave Grohl.

Glen Matlock – Ex Sex Pistols

Foi o primeiro baixista do Sex Pistols e era considerado por muitos, o melhor músico da banda. No entanto, os problemas com o vocalista Johnny Rotten levaram o músico a ser expulso da banda. Ele acabou sendo substituído por quem viria a se tornar um dos maiores ícones do punk rock, Sid Vicious.

Syd Barret – Ex Pink Floyd

Barret foi um dos fundadores do Pink Floyd. Ele foi o responsável por todas as ideias musicais e estilo psicodélico da banda. Infelizmente seu problemas mentais potencializados pelo uso de drogas acabaram resultando em sua saída da banda.

Pete Best – Ex The Beatles

Veja também:
John Lennon decidiu o fim dos Beatles, diz Paul McCartney

Pete foi o primeiro baterista dos Beatles. O rapaz foi convidado por Paul McCartney em 1959 e permaneceu na banda até 1962, quando sem motivo nenhum aparente, foi dispensado após a primeira audição para a gravadora EMI. Ele foi logo substituído por Ringo Starr.

Dennis Stratton – Ex Iron Maiden

Stratton participou da gravação do primeiro álbum do Iron Maiden e fez parte da banda entre 1979 e 1980. As razões para sua saída variam, problemas com Steve Harris e com a gerência da banda são apontadas como motivos. Ele foi substituído por Adrian Smith.