Playlist Cifras: 10 grandes solos de guitarra - Revista Cifras

Playlist Cifras: 10 grandes solos de guitarra

Um dos elementos mais únicos e autênticos de um bom rock n roll é o solo de guitarra. O gênero, que se expandiu e hoje é um dos mais populares do planeta, impôs padrões para que até canções de outros estilos fossem baseadas em sua estética. O momento do solo é sempre um dos destaques, até mesmo em outros gêneros.

A lista abaixo é a primeira da Playlist Cifras, que sempre destaca dez músicas interessantes. A intenção não é colocar os melhores ou maiores solos da história, mas sim apresentar dez solos legais. Somente. Sem rankings ou competições. Confira, divirta-se e, caso queira, sugira outros solos nos comentários!

Chuck Berry – “Johnny B. Goode”: o início de tudo. Historicamente, o primeiro solo de guitarra relevante no rock.

Veja também:  Opinião: Nicki Minaj faz história e escancara a irrelevância do VMA

Lynyrd Skynyrd – “Free Bird”: três guitarras trabalhando juntas para estourar o cérebro de quem ouve essa obra-prima.

Led Zeppelin – “Stairway To Heaven”: Jimmy Page estava inspirado quando fez tudo isso aqui. Genial!

https://www.youtube.com/watch?v=9Q7Vr3yQYWQ

Black Sabbath – “N.I.B.”: provavelmente o solo mais bonito e caótico do heavy metal. Consegue ser melodioso e brutal ao mesmo tempo. Tony Iommi é o cara!

Pink Floyd – “Comfortably Numb”: melodia perfeita. É um dos poucos solos que precisam ser executados perfeitamente, nota a nota, para transmitir a mensagem de forma devida.

Guns N Roses – “Sweet Child O´Mine”: o solo que colocou Slash no mapa e fez com que ele, à época, fosse comparado ao mestre Jimi Hendrix. É pouco?

Veja também:  Ed Sheeran diz que vai tocar com Pink Floyd no encerramento das Olimpíadas

Michael Jackson – “Beat It”: o solo que o mito Eddie Van Halen gravou de graça para Rei do Pop é, também, a única presença fora do rock nessa playlist.

Dire Straits – “Sultans Of Swing”: dá para acreditar que esse incrível solo foi concebido sem o uso de palheta? Mark Knopfler tem muita musicalidade – e força extra nas cabeças dos dedos da mão direita!

Beatles – “While My Guitar Gently Weeps”: quando Eric Clapton gravou um solo para o Fab Four, só poderia sair coisa boa. Um dos solos mais geniais e melódicos do rock.

Jimi Hendrix – “Voodoo Child”: a cada performance de Hendrix, esse solo era executado de um jeito diferente. Mas a essência era sempre mantida: rock n roll com potência!

Veja também:  Músicas de rock com gaita - parte 3

#comentários