Foto: Reprodução/Instagram

O verdadeiro significado da música ‘Vermelho’, de Fafá de Belém

Mais conhecida na voz de Fafá de Belém e David Assayag, a canção ‘Vermelho’ teve várias interpretações ao longo do tempo – incluindo associações políticas, mas a coisa não é bem assim. Entenda de uma vez por todas o verdadeiro significado da música.

O significado de ‘Vermelho’ é comunista?

Embora tenha trechos como “velho comunista”, “Vermelho, vermelhaço, vermelhusco, vermelhante, vermelhão” e “ideologia”, a canção não tem cunho político. Foi isso o que a própria Fafá fez questão de ressaltar em um show.

Ao subir ao palco com Ivete Sangalo (bem na época da discussão do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff), Fafá avisou: “Vou cantar uma música, mas queria deixar claro que não é um posicionamento político”.

Veja também:
Ameno Dorime: o que significa a música que se tornou um grande meme na internet

Apesar disso, na sequência, ela acabou emendando: “Vermelho é minha música, mas meu coração sempre foi verde e amarelo, eu torço pelo Brasil”.

Para amenizar o clima, Ivete brincou: “Não é não [um posicionamento político], ninguém aqui tá preocupado com isso, eu nem entendo dessas coisas, sou burra”.

Vermelhou o curral: música do Boi Garantido de Parintins

Anualmente, a cidade de Parintins, no Amazonas, recebe o tradicional Festival Folclórico de Parintins, onde tradicionalmente é realizada a disputa entre duas agremiações folclóricas Boi Garantido (vermelho) e Boi Caprichoso (azul). Originalmente, ‘Vermelho’ vem daí.

Com isso, trechos como “vermelhou o curral” e “tudo é Garantido após a rosa avermelhar” fazem – nada mais, nada menos – do que referências ao Garantido.

“É uma letra e uma música muito bem feita, com um refrão muito forte, o que atrai a galera”, afirmou Assayag, em entrevista ao ‘A Crítica’. “Independente de ser do Garantido, ela projetou a cultura dos dois bois. E eu sempre a interpretei e interpreto pensando em mostrar na nossa festa”, completou.

Por conta do sucesso da canção, o cantor chegou a fazer apresentações na Alemanha, França, Portugal e Itália.

‘Vermelho’ é sobre amor e paixão?

A música se tornou sucesso ao fazer parte do álbum ‘Pássaro Sonhador’, de Fafá de Belém – mas a canção já era hit por conta de Parintins.

Isso porque a toada foi composta por Chico da Silva para integrar a trilha sonora Boi Garantido e o Festival Folclórico de Parintins, mas não foi usada devido a desentendimentos. Antes dos problemas pessoais, a canção chegou a ser ensaiada várias vezes, o que a tornou conhecida da população amazonense.

Chamado por Fafá de Belém para gravar a nova versão de ‘Vermelho’, Chico da Silva recusou o convite por achar que sua voz não estava à altura e indicou o amigo. “Eu disse a ela: de forma alguma. Você vai me engolir com esse vozeirão. Vou te apresentar alguém que vai dar conta do recado”, relembrou ao ‘A Crítica’.

Para Chico da Silva, a música “surgiu dessa paixão, dessa ideologia, da cultura popular”: “É uma toada que fala de amor e paixão de forma geral, por isso mexe com muita gente”, disse.

Também ao site da emissora amazonense, a cantora Márcia Freire, que gravou a primeira versão de ‘Vermelho’, disse gostar das duas gravações e garante: “Até hoje é uma música que me rende bons frutos, muita gente me conhece por ela”.

Compartilhar