Teoria – Sistema Musical Ocidental

Nosso sistema musical, o ocidental, também conhecido como sistema temperado, é composto de doze notas musicais diferentes, sendo que sete notas são naturais e cinco são acidentadas.

Notas naturais: dó, re, mi, fa, sol, la e si. Os acidentes se encontram entre o dó e o ré, entre o ré e o mi, entre o fá e o sol, entre o sol e o lá, e entre o lá e o si.

Obs.: Podemos observar que entre duas notas naturais existem quase sempre uma nota acidentada, com exceção entre o mi e o fa, si e o dó. Observamos também, que as notas acidentadas possuem dois nomes representados pelos símbolos # e b. Estes símbolos recebem nos EUA e na Inglaterra as denominações de SHARP para sustenido (#) e FLAT para bemol (b).

Acidentes: São sinais que quando colocado ao lado de uma nota natural, alteram-na meio tom abaixo ou acima. Sustenido # – eleva meio tom; Bemol b – abaixa meio tom.

Tom e Semi-tom

Entre duas notas musicais quaisquer que sejam elas, existe um intervalo musical dependendo delas. Vejamos:

1- Semi-tom ou meio tom: É o menor intervalo possível entre duas notas musicais. Exemplo: De dó a dó#, de ré a ré#, etc. Este intervalo de meio tom equivale a distância de um traste ou de uma “casa”.

2- Tom ou um tom: É o intervalo que equivale a soma de dois semi tons. Exemplo: De dó a ré, de ré a mi, etc. Obs.: Os intervalos de tom e semi-tom obedecem tanto a ordem ascendente como a descendente. Exemplo: De ré a dó, e de dó a ré.

Veja também:
John Lennon decidiu o fim dos Beatles, diz Paul McCartney

Obs.: Para os intervalos maiores do que estes basta contar através destas unidades (tom e semi-tom). Exemplo: De dó a mi (dois tons), de dó a fa (dois tons e meio), e assim por diante.

Vale lembrar que as letras do quadro representam cifras

Dó = C Ré = D Mi = E Fá = F Sol = G Lá = A Si = B

Esquema das notas musicais do Sistema Ocidental

SUBINDO #

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12

C C# D D# E F F# G G# A A# B

Db Eb Gb Ab Bb

DESCENDO b

Deus abençoe!

Compartilhar