(Foto: reprodução / Instagram)

Advogados acusam Chris Brown de desrespeito em caso de estupro

Cinco meses após a denúncia de estupro contra Chris Brown, o cantor agora é acusado por advogados de tratar o caso com desrespeito.

Gloria Allred, uma das advogadas da mulher que denunciou o cantor por abuso sexual em Paris, na França, disse que ele demonstrou desrespeito pelo sistema legal francês após não comparecer à reunião formal. O advogado de Brown, por outro lado, disse que o cantor não poderia comparecer ao encontro e teria de remarcar a data: “Chris Brown não quer escapar de suas responsabilidades. Ele quer confrontar as acusações infames e caluniosas”, afirmou.

“Se ele não aparecer uma segunda vez, nós pediremos ao promotor que ponha em prática mais medidas coercitivas, um mandado para levá-lo a comparecer, porque o confronto solicitado por nossa cliente é fundamental para esse caso de abuso sexual”, alegou Jean-Marc Descoubes, outro advogado da vítima.

Chris Brown foi preso em 21 de janeiro deste ano após uma mulher de 24 anos alegar ter sido estuprada na suíte de hotel dele na noite de 15 para 16 de janeiro. Ela o teria conhecido em uma boate perto da Champs-Elysees naquela data e diz ter sido estuprada pelo rapper no Mandarin Oriental, um hotel luxuoso na capital francesa. Além de Brown, outros dois homens foram acusados pela mulher, sendo um amigo do cantor e o guarda-costas dele. Os três denunciados foram liberados menos de 24 horas depois da prisão.

Veja também:
Pabllo Vittar desabafa por preconceito: ‘sei como é difícil ser motivo de chacota’

O cantor tem histórico de acusações de violência contra mulheres Em março do ano passado, ele foi fotografado em uma festa em Miami, nos Estados Unidos, e apareceu enforcando uma mulher. As fotos foram publicadas pelo site TMZ.

Em maio do mesmo ano, foi processado por facilitar abuso sexual na própria casa. Uma mulher alegou que foi obrigada a ter relações sexuais com amigos do cantor, que promovia uma festa com drogas e bebidas.

Em 2017, Karrueche Tran, ex-namorada de Chris Brown, entrou com pedido de ordem restritiva contra ele. A modelo declarou que o cantor a agrediu e ameaçou matá-la. Há dez anos, ele foi condenado por agredir Rihanna quando eram namorados. Em todos os casos, por meio de advogados, Chris Brown negou as acusações.

Justin Bieber defende Chris Brown e o compara a Michael Jackson e Tupac

Compartilhar