Amy Winehouse odiava a música “Rehab”, diz diretor de documentário

Música foi definida como 'um grito de socorro' por cineasta (Divulgação)

Música foi definida como ‘um grito de socorro’ por cineasta (Divulgação)

Às vésperas da estreia do documentário “Amy”, sobre a vida de Amy Winehouse, o diretor Asif Kapadia fez uma revelação curiosa sobre a falecida cantora.

De acordo com Asif Kapadia, Amy Winehouse não gostava da música “Rehab”, que é, justamente, o maior sucesso de sua carreira. O motivo não é nada banal, segundo ele. “É obscuro, um grito de socorro. Acho que ela se surpreendeu quando se tornou um hit e acredito que essa canção se tornou algo odiável para ela”, afirmou o diretor do documentário.

Ainda segundo o diretor, Amy Winehouse sempre cantava a música com um copo de bebida na mão. “Trata-se de um grito de socorro. Sempre que ela dizia ´não´, na verdade, ela dizia ´sim´”, disse Asif Kapadia. Amy faleceu no dia 23 de julho de 2011, aos 27 anos, vítima de uma intoxicação por consumo abusivo de álcool após um período de abstinência.

Criticado pela família de Amy Winehouse – que julgou o trabalho como “desequilibrado” e “enganoso” -, o documentário “Amy” estreia nesta sexta-feira (3), no Reino Unido. Ainda não há previsão de data para que o filme chegue ao Brasil.

Assista ao trailer, em inglês:

Por Igor Miranda

Opiniões, curiosidades, resenhas, listas e sobre todos os tipos de música são o foco desta coluna, comandada por Igor Miranda, jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical. Contato: [email protected]

Compartilhar