André Valadão pede boicote à Globo, mesmo sendo contratado por ela

Valadão tem contrato com a Som Livre, do grupo Globo (Reprodução/Facebook)

Valadão tem contrato com a Som Livre, do grupo Globo (Reprodução/Facebook)

André Valadão sugeriu algo, no mínimo, inusitado em suas redes sociais. O cantor gospel publicou, no Facebook, uma imagem com cinco empresas que promoveram campanhas contra a discriminação – e, segundo alguns internautas, em prol da ideologia de gênero – e pediu boicote a todas elas.

A imagem em questão retrata as logos das empresas Globo, Omo, Veja, Avon e O Boticário. Pede-se o boicote por meio da arte, seguido da frases“em defesa das crianças e da família brasileira” e da hashtag #JuntosPelaFamília.

O problema é que André Valadão, automaticamente, propôs um boicote a si próprio ao compartilhar a imagem em seu perfil no Facebook. O motivo é simples: o cantor gospel é contratado da gravadora Som Livre, que pertence ao Grupo Globo.

A contradição não passou batida pelos internautas. ” Então suponho que não tem mais isso de ‘Festival Promessas’ ou de ir no ‘Encontro com Fátima Bernardes’, contrato com Som Livre… Enfim, se agora for assim também, eu acho é ótimo”, disse uma seguidora. “E por que os cantores convidados para programas globais não boicotam também e recusam o convite, inclusive a vossa senhoria?”, questionou outra internauta. “Já te vi em vários programas da emissora… estranho agora você querer boicote”, apontou um terceiro.

Valadão, por sua vez, se explicou em resposta a alguns comentários feitos na página. “Contrato tem tempo vigente, mas programas já não vou mais”, disse, em menção ao acordo com a Som Livre. “Nunca mais fui e rejeitei convites”, afirmou, citando os programas da Globo.

Veja também:
Atriz Emma Stone vai participar de novo clipe de Paul McCartney

Outros internautas destacaram que os protestos não podem ser direcionados aos produtos em si. “Então vamos boicotar todas essas marcas e onde iremos empregar todas as pessoas que dependem delas para viver? O pastor irá empregar todas as pessoas? É muito fácil quando se tem um microfone na mão e uma conta recheada. Como grande influenciador o pastor tinha que pedir para as pessoas orarem para que Cristo mude a vida dos donos dessas empresas. Nossa luta não é contra carne ou sangue”, afirmou um internauta. “Em prol das crianças? E as crianças que têm pais e mães que trabalham nessas empresas, que podem ser prejudicadas se de fato esses boicotes surtirem efeito?”, destacou outro.

Até o momento, a Som Livre não se manifestou oficialmente sobre o ocorrido. Veja a publicação de André Valadão:

Por Igor Miranda (@silvercm)

Opiniões, curiosidades, resenhas, listas e sobre todos os tipos de música são o foco desta coluna, comandada por Igor Miranda, jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical. Contato: [email protected]