Anitta diz que fará o funk ser respeitado no Brasil

'O nosso funk nasceu aqui, foi feito aqui', disse Anitta (Reprodução/Instagram)

‘O nosso funk nasceu aqui, foi feito aqui’, disse Anitta (Reprodução/Instagram)

Anitta fez um discurso inspirado, no último domingo (13), durante uma apresentação no evento Maratona da Alegria Villa Mix, no Rio de Janeiro. A cantora se posicionou contra o machismo e o preconceito relacionado ao funk.

A artista disse que pessoas tentam prejudicá-la, bem como afetar o estilo musical que ela defende. No entanto, ela afirmou que fará o gênero ser respeitado no Brasil.

“Quando tentam nos sacanear, é aí que a gente cria mais força. Um dia, prometo que vou fazer o nosso funk carioca ser respeitado no nosso país. O nosso funk nasceu aqui, foi feito aqui e ele merece ser respeitado”, disse Anitta.

Ela revelou, ainda, uma situação em que sofreu preconceito de um rapaz com quem ela se relacionava. “Uma vez eu peguei um cara que falou assim: ‘se tu fosse minha mulher, a primeira coisa que ia mudar é esse rebolado aí na frente dos outros, que iria acabar’. Eu falei ‘ah, entendi, para me pegar é legal, para ser tua mulher não dá’. Hipocrisia é que não dá, porque prefiro ficar sozinha do que ser subordinada”, afirmou.

As afirmações de Anitta foram filmadas e divulgadas em uma página de Facebook. Até o momento, mais de 2,2 milhões de visualizações foram registradas na publicação.

Veja também:
Após Anitta admitir, Simaria dá sua versão da briga entre as duas

Confira:

Por Igor Miranda

Compartilhar