Anitta é criticada por adotar tranças e diz: “não sabia que era proibido usar”

'Adoro mudar e acho isso muito legal', afirmou a cantora (Reprodução/Instagram)

‘Adoro mudar e acho isso muito legal’, afirmou a cantora (Reprodução/Instagram)

Na última semana, Anitta havia decidido mudar o seu visual para o Carnaval. A cantora adotou tranças nagô e o penteado foi mantido para uma apresentação em Salvador (BA).

Entretanto, a cantora foi criticada nas redes sociais por conta das tranças. Internautas a acusaram de apropriação cultural. Houve quem afirmasse que o novo visual de Anitta banalizava a luta do movimento negro.

Em entrevista à revista “Veja”, Anitta foi questionada sobre tais comentários – e não poupou ironias às críticas que recebeu. Na ocasião, ela já estava sem as tranças e prestes a fazer um show em um camarote, na Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro.

“Eu não sabia que era proibido fazer trança. Cada dia é um cabelo. Eu adoro mudar e acho isso muito legal. Amanhã, se tudo der certo eu mudo a cor dele”, afirmou a cantora, em depoimento à revista “Veja”.

Não é a primeira vez que Anitta é alvo de críticas por este motivo. Em dezembro de 2016, a cantora fez dreadlocks em seu cabelo, antes de gravar uma participação no programa de TV “Altas Horas”, da Globo. Na ocasião, ela também foi acusada de apropriação cultural por um grupo de internautas, enquanto outros a defenderam.

Veja, na página a seguir, algumas imagens de Anitta com tranças.

Compartilhar