Anitta rebate críticas por ter dançarino com Síndrome de Down

Felipe Rodrigues, agora, faz parte do ballet oficial de Anitta (Repr./Instagram)

Felipe Rodrigues, agora, faz parte do ballet oficial de Anitta (Repr./Instagram)

A cantora Anitta foi criticada, nas redes sociais, por ter escalado bailarinos deficientes em seu grupo de dança. A artista anunciou, nesta semana, que contaria com um jovem com Síndrome de Down, chamado Felipe Rodrigues, além de uma cadeirante e uma atleta com perna mecânica em seus shows.

A crítica principal é que Anitta esteja “querendo aparecer”. Entretanto, a acusação feita por alguns internautas deixou a cantora irritada. Também pelas redes sociais, a artista resolveu responder aos comentários negativos relacionados à sua iniciativa.

“Depois as pessoas ainda perguntam por que o Brasil não anda bem. Estou doida para chamar atenção mesmo… para um assunto muito importante que o nosso povo quase não dá atenção. Pessoas assim têm suas limitações… mas não é impossível de trabalhar”, disse a cantora.

Anitta justificou que uma atitude como essa demanda muito trabalho por parte dela e de sua equipe de produção. “É preciso adequar agenda, estrutura, local, custos, limitação de cada um para estar dentro de um show inteiro. A gente tenta ajustar tudo isso pra passar uma mensagem legal, para permitir que pessoas ‘invisíveis’ trabalhem com uma coisa que gostam, e ainda tem que ler uma coisa dessas. É de chorar”, afirmou.

A artista é notável por promover a inclusão no grupo de dança que a acompanha em seus shows. Anteriormente, ela passou a contar com bailarinas plus size nas suas performances.

Veja também:
Ludmilla critica YouTube após ter seu novo clipe reclassificado 'para maiores'

Veja um vídeo que apresenta Felipe Rodrigues treinando as coreografias:

@Anitta via Storie #anitta

Uma publicação compartilhada por Anitta 🐜🇧🇷 (@snapanitta) em

Por Igor Miranda (@silvercm)

#comentários

Compartilhar