Fotos: Reprodução/Instagram

Após ser desafiada por Daniela Mercury, Anitta afirma que não apoia Bolsonaro

Após evitar o assunto à todo custo e fazer declarações diplomáticas sem citar nomes de nenhum candidato, a cantora Anitta não conseguiu mais segurar os panos quentes e foi, finalmente, obrigada a tomar um posicionamento mais claro.

Ela vinha, desde a semana passada, dando declarações onde afirmava que não pretendia se posicionar politicamente. Isso porque, depois de várias pessoas do cenário artístico brasileiro aderirem à campanha anti-Bolsonaro nas redes sociais, a cantora foi cobrada pelos seus fãs – que chegaram a ameaçá-la de boicote caso ela não se manifestasse contra o presidenciável.

Agora, após receber um desafio da cantora Daniela Mercury, Anitta esqueceu a diplomacia e abriu o jogo, declarando com todas as letras que não apoia Jair Bolsonaro.

Por volta das 18h deste domingo (23), ela publicou um vídeo onde atende ao pedido de Daniela, que consistia em pedir aos amigos que aderissem à campanha #EleNão.

“Eu também quero deixar claro que em momento nenhum eu desmereci a hashtag, eu só quis dizer para vocês que além de se posicionar com hashtag, a gente pode fazer durante a nossa vida, nos nossos dias também, atitudes que mostram a nossa luta contra o preconceito, racismo, machismo, homofobia, nossa luta pelas minorias. Eu apoio sim o uso da hashtag #EleNão”, disse.

Veja o vídeo:

Como parte da brincadeira, Anitta passou a bola do desafio para outras três cantoras: Ivete Sangalo, Claudia Leitte e Preta Gil. Até o momento, nenhuma delas respondeu ao jogo. Seguidores chegaram a apontar que elas “desapareceram” das redes sociais após a publicação do desabafo de Anitta.

O desafio, proposto por Daniela Mercury com um vídeo publicado em seu Instagram, era direcionado à todas as mulheres do Brasil. O único nome citado diretamente pela cantora foi o da funkeira Anitta.

“Estou aqui para convidar todas as mulheres brasileiras para irem às ruas no dia 29 de setembro no movimento #EleNão. Ele não porque é machista, ele não porque é homofóbico, ele não porque é racista, ele não porque é um atraso para nossa democracia. E eu gostaria de desafiar minha amiga Anitta para apoiar o movimento #EleNão. Vamos Anitta?”.

Veja:

Em pouco tempo a brincadeira viralizou entre as famosas e várias delas já se uniram ao movimento, entre elas: Marília Mendonça, Letícia Sabatella, Letícia Colin, Nathalia Dill e Sophie Charlotte, entre diversas outras.

Após desabafo de Anitta, Flávio Bolsonaro posta vídeo para defender a cantora