Foto: Divulgação Carnaval Salvador

Banda referência do axé desiste do Carnaval e critica prefeitura de Salvador

O Ara Ketu, um dos ícones da música baiana, anunciou sua desistência do Carnaval de Salvador em 2024, marcando o fim de uma era para a festa que se orgulha de o maior Carnaval de Rua do planeta.

  • Conheça e descubra tudo que você pode fazer com seu dispositivo Alexa! E o melhor: experimente por 30 dias e, se não gostar, receba seu dinheiro de volta. Clique aqui para conferir!

Com 44 anos de uma rica trajetória musical, a banda, liderada por Dan Miranda, expressou sua insatisfação com a prefeitura local, desencadeando um debate sobre o valor e o reconhecimento de grupos tradicionais no cenário festivo de Salvador.

Em uma postagem emocionante no Instagram, o grupo declarou: ESTAMOS DESISTINDO DE DESFILAR NO CARNAVAL DE SALVADOR EM 2024“.

No texto eles apontaram diretamente para a defasagem do cachê oferecido como a gota d’água para essa decisão drástica.

O comunicado revelou que, após uma “classificação estranha” no projeto Ouro Negro – destinado à valorização do povo negro da Bahia – , a proposta financeira para a banda não viu atualização desde 2017, efetivamente congelando seus honorários por sete anos.

A frustração do grupo ficou evidente: “Depois de uma classificação estranha no Ouro Negro… recebemos a proposta de pagamento de cachê… com o mesmo valor de 2017“, e complementa a situação como uma negociação falha e desrespeitosa por parte da prefeitura.

Veja também:
Maiara se emociona ao usar look emprestado por Ivete Sangalo

“Tentamos argumentar, mas… resolvemos sair do Carnaval de Salvador“.

O Ara Ketu não poupou críticas à administração municipal, sugerindo um desvalor na sua contribuição cultural, possivelmente influenciado por questões raciais e socioeconômicas. 

“Percebemos que não temos valor aqui, que não nos querem aqui, talvez pelo fato de pertencer a uma comunidade Preta e pobre…”.

Nas redes sociais, a decisão repercutiu bastante. Os fãs apoiaram a banda Ara Ketu.

“Ara Ketu faz parte da história de todos os brasileiros. um absurdo. Têm que ser valorizados!“, disse uma fã.

Vocês são show, são histórias em nossas vidas! Vidas não só baianas, mas brasileiras!”, declarou mais um admirador da banda.

Contudo, algumas pessoas criticaram o argumento deles para não aceitarem se apresentar no Carnaval de Salvador.

Ara Ketu

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Em meio à controvérsia, o Ara Ketu busca reconhecimento fora do circuito oficial do Carnaval, anunciando a criação do “dia do Ara Ketu” em 8 de março, coincidindo com o aniversário de fundação da banda.

Esse movimento simboliza não apenas uma celebração de sua herança, mas também um ato de reivindicação de seu valor no panorama cultural brasileiro.

A saída do Ara Ketu do Carnaval de Salvador levanta questões críticas sobre a valorização da cultura e da história na Bahia, refletindo desafios maiores enfrentados por artistas e grupos tradicionais em um cenário de festas cada vez mais comercializadas.

Veja também:
Repórter acusado de insinuar que Paolla Oliveira está gorda pede desculpas

Enquanto o Ara Ketu prepara-se para celebrar seu legado fora do circuito tradicional, fica a reflexão sobre o futuro do Carnaval de Salvador e o espaço para as vozes históricas dentro dele.

Confira a publicação do Ara Ketu no Instagram:

Veja alguns momentos da trajetória da banda baiana Ara Ketu:

  • Conheça e descubra tudo que você pode fazer com seu dispositivo Alexa! E o melhor: experimente por 30 dias e, se não gostar, receba seu dinheiro de volta. Clique aqui para conferir!

Carnaval com Ivete Sangalo e Gusttavo Lima revolta população de cidadezinha

Compartilhar