Baterista Joey Jordison revela que doença grave o tirou do Slipknot

Músico afirmou ter sofrido de mielite tranversa (Divulgação)

Músico afirmou ter sofrido de mielite tranversa (Divulgação)

O baterista Joey Jordison revelou que uma doença grave o tirou do Slipknot. A afirmação foi feita durante a cerimônia de entrega do Golden Gods Awards, na noite da última segunda-feira (13), em Londres, Inglaterra.

Joey Jordison disse ter sofrido de mielite transversa, uma doença neurológica que inflama a medula espinhal. “Ao final de minha passagem pelo Slipknot, fiquei muito mal por causa de uma doença horrível chamada mielite transversa. Perdi os movimentos das pernas, não conseguia mais tocar. É uma forma de esclerose múltipla que não desejo ao meu pior inimigo. Precisei de fisioterapia e musculação para retomar”, afirmou o baterista.

O músico se emocionou ao citar os pais durante a cerimônia e disse que não tem nenhum problema com os músicos remanescentes do Slipknot. “Alcançamos muitas coisas juntos. Desejo tudo de bom a eles. O que criamos nos porões de Des Moines nunca será superado. Amo muito a todos na banda”, disse

Jordison integrou o Slipknot desde a sua formação, em 1995, até o ano de 2013, quando foi substituído por Jay Weinberg. Na ocasião, sua saída foi justificada pela banda por “motivos pessoais”. O músico chegou a afirmar, porém, que não havia deixado o grupo.

Por Igor Miranda

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical.

Compartilhar