Foto: Divulgação

Bruno, dupla de Marrone, critica geração atual do sertanejo: ‘tudo igual’

A dupla Bruno e Marrone está comemorando 25 anos desde o lançamento de seu primeiro disco. Para isso, eles divulgaram recentemente seu novo trabalho: ‘Studio Bar – Live’, álbum que já está disponível em todas as plataformas de streaming digital de música e já tem canções entre as mais ouvidas do país.

Em entrevista ao portal G1, Bruno contou a história de ‘Surto de Amor’, uma das faixas do álbum que já é sucesso de público. Ele revelou que não gostou da canção a princípio e que não pretendia gravá-la.

“Quando ouvi com o rapaz cantando não adaptei a nada. Falei pro Juninho [produtor]: ‘Meu Deus, que música ruim’. Aí fui e coloquei a voz numa má vontade do caramba”, disse.

Bruno contou que teve medo de Jorge e Mateus, dupla escolhida para a gravação, não gostar da faixa. “O Jorge me ligou falando que queria gravar alguma coisa porque não aguentava mais ouvir a mesma coisa. Essa geração do sertanejo dos últimos 10 anos está cantando tudo igual, tudo o mesmo timbre, o mesmo papo, a mesma melodia”, alfineta ele.

“A gente quis mudar, fazer algo diferente. É uma valsa. Arriscando e graças a Deus o resultado foi excelente”, completou.

Mas o sertanejo não tem apenas críticas sobre os colegas da atual geração. Ele elege as duplas Zé Neto e Cristiano e George Henrique e Rodrigo como suas admirações do momento. “Um já está estourado e o outro está a um passo para acontecer. [Para George Henrique e Rodrigo estourarem] Falta a música. E ela vem só quando Deus permite”, finaliza o cantor.

Veja também:
Iza já foi convidada para competir no The Voice antes de estourar no Brasil
Compartilhar