Foto: Divulgação

Cantor Marciano, da dupla com João Mineiro, morre aos 67 anos

O cantor sertanejo José Marciano, conhecida por sua dupla com João Mineiro, morreu na madrugada desta sexta-feira (18), aos 67 anos. De acordo com o portal UOL, ele sofreu um infarto enquanto dormia e não resistiu.

Conhecido como “O Inimitável”, Marciano consagrou-se por seu trabalho como primeira voz na dupla João Mineiro e Marciano desde a década de 1970. Pode-se destacar como sucessos de sua trajetória canções como ‘Ainda Ontem Chorei de Saudade’ e ‘Viola Está Chorando’, incluídas nos mais de 20 milhões de discos vendidos em sua carreira.

Na década de 1980, a dupla chegou a apresentar um programa, com o nome dos artistas, na emissora televisiva SBT. No entanto, nem o sucesso foi capaz de manter os dois cantores unidos, pois a parceria entre eles foi encerrada em 1993 – e jamais foi retomada, já que João Mineiro faleceu em março de 2012, aos 76 anos.

Desde o fim da dupla, Marciano trabalhou em carreira solo e, mais recentemente, fez dupla com o cantor Milionário, que também havia perdido seu parceiro, José Rico, em 2015. Outro trunfo da carreira do cantor era seu trabalho como compositor – a música ‘Fio de Cabelo’, notável após ter sido lançada por Chitãozinho e Xororó e uma das mais regravadas da música sertaneja, é de sua autoria.

Marciano também ficou marcado, nos últimos anos, por questões familiares levadas a público: o também cantor Fabiano Martins alegava ser filho do artista e disse que o pai nunca o reconheceu. Em uma publicação feita nas redes sociais, Fabiano chegou a chamar o veterano do sertanejo de “mau-caráter”, o que motivou uma ação na justiça por danos morais.

Apesar dos problemas com o pai, Fabiano Martins fez uma publicação no Instagram lamentando a morte do pai.

Cantor sertanejo Marciano processa o próprio filho

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical.