Chris Brown é preso acusado de ameaçar mulher com arma de fogo

Cantor precisou pagar fiança de US$ 250 mil para ser liberado (Reprod./Facebook)

Cantor precisou pagar fiança de US$ 250 mil para ser liberado (Reprod./Facebook)

Chris Brown foi detido, na última terça-feira (30), acusado de ter ameaçado uma mulher com uma arma de fogo. O crime teria acontecido em sua casa, em Los Angeles, Estados Unidos.

Segundo o site TMZ, a mulher supostamente ameaçada, que se chama Baylee Curran, estava com amigos na casa de Chris Brown. De acordo com Baylee, o cantor teria ficado nervoso ao notar que ela admirava uma das joias dele. Imediatamente, Brown teria pedido para que a moça tirasse as mãos do objeto e apontado o revólver.

A polícia foi chamada por volta das 3 da manhã, no horário local de Los Angeles, e Chris Brown foi detido. Durante a investigação, os oficiais encontraram duas armas e drogas, que estavam em uma bolsa que Brown teria jogado pela janela.

Chris Brown ficou detido por menos de um dia. Ele foi liberado na noite de terça-feira (30) após pagar uma fiança de US$ 250 mil (cerca de R$ 809 mil, na cotação atual). Brown não foi indiciado.

Versão de Baylee Curran

Baylee Curran, a mulher que acusa Chris Brown, afirma que foi à casa do artista com um amigo. Eles ficaram um pouco na banheira de hidromassagem e, ao voltarem para dentro da residência, se depararam com algumas joias. Baylee diz ter elogiado uma das peças, o que fez com que Brown enlouquecesse e sacasse a arma.

Veja também:
Rouge lança clipe empoderado para 'Dona da Minha Vida'; assista

Com isso, Baylee Curran disse que iria embora. Segundo ela, Chris Brown estava em posse de seu celular e disse que não devolveria o aparelho caso ela não assinasse um acordo de não-divulgação. Baylee se recusou a assinar e saiu do local, com o amigo.

Por Igor Miranda

Compartilhar