(Foto: reprodução / Instagram)

Chris Brown nega que tenha agredido fotógrafo e se diz inocente

Chris Brown se declarou inocente da acusação de agressão a um fotógrafo, supostamente ocorrido em 2017, na Flórida. O advogado do cantor apresentou um carta de não culpabilidade em nome do seu cliente em um tribunal do condado, que marcou para 4 de outubro a próxima audiência.

O artista foi detido, na noite de 6 de julho, por uma ordem emitida há um ano pela Polícia de Hillsborough. Ele foi solto uma hora depois, após pagar US$ 2 mil de fiança. Brown é acusado de socar um fotógrafo em uma casa de espetáculos.

O histórico de Chris Brown envolve muitas polêmicas. Em 2009, ele foi declarado culpado de agredir e ameaçar de morte a cantora Rihanna, que era namorada dele na época. Em 2013, o cantor e seu segurança foram detidos e acusados de “crime sério de agressão”, após uma briga do lado de fora de um hotel em Washington – reduzida ao crime de contravenção, com pagamento de fiança.

Chris Brown é preso nos EUA por agredir fotógrafo em boate

Compartilhar