Claudia Leitte é criticada por usar protetor de ouvido em ensaio como Rainha de Bateria

A cantora Claudia Leitte, rainha de bateria da Mocidade Independente de Padre Miguel, participou do ensaio técnico da escola de samba na Sapucaí, no Rio de Janeiro, durante o último domingo (18). As lentes dos fotógrafos flagraram que ela utiliza um protetor de ouvido para abafar o som do instrumental.

Uma série de pessoas ligadas ao carnaval criticaram a atitude de Claudia Leitte, em matéria publicada pelo jornal Extra. Até mesmo a colega Angela Bismarchi, rainha da Império Serrano, manifestou uma opinião mais forte em relação à medida da cantora. “Ela não quer ouvir o coração da escola? Nunca ouvi falar nisso de tampar os ouvidos. Se ela não pode ouvir a bateria, passa a bola. É a maior emoção escutar aquele som. Aí vou tampar? Nem pensar”, afirmou.

Amante do samba, Daniel Barbosa disse que a atitude de Claudia Leitte é “coisa de principiante, de alguém que acabou de entrar para o samba. Como ela vai interagir com a bateria assim?”. Na defensiva, Claudia falou, em entrevista ao Mais Carnaval, que está preparada para críticas. “Tem que se preparar psicologicamente? Porque, se tem, eu não me preparei. Isso é normal. As pessoas sempre vão falar. O importante é ser feliz, e estou e divertindo muito”, afirmou, no dia do ensaio.

Para o ensaio, Claudia Leitte utilizou uma roupa com o peso de 5 quilos. O modelito foi feito pela estilista Fabiana Milazzo. A Mocidade desfila na Apoteose no dia 15 de fevereiro e trabalha com o enredo “Se o mundo fosse acabar, me diz o que você faria se só te restasse um dia?”. Segundo informações apuradas pelo jornal Extra, a cantora recebe R$ 1 milhão para ser a rainha de bateria.

Veja também:
Escultura aparece com pichação do Kiss na Catedral de Santiago de Compostela

Veja algumas fotos, creditadas para AGNews e EGO e encontradas em páginas de mídias sociais:

Por Igor Miranda