Foto: reprodução / Instagram

Clipe de Daniela Mercury e Caetano Veloso é boicotado por apoiadores do governo

Como é comum entre os artistas do axé, a cantora Daniela Mercury lançou uma nova canção especialmente para o Carnaval 2019. O clipe de ‘Proibido O Carnaval’ foi lançado no último dia 5 de fevereiro e a canção é uma parceria com o músico Caetano Veloso.

O trabalho da dupla, no entanto, não está repercutindo positivamente na internet. Com mais de dois milhões de visualizações, apenas na conta de Daniela no YouTube, o vídeo já ultrapassou a marca de 395 mil ‘descurtidas’ – contra apenas 122 mil curtidas.

O motivo é bastante simples: a canção é em tom de protesto e faz claras referências críticas ao atual governo do país, presidido por Jair Bolsonaro. Um trecho do videoclipe, inclusive, faz uma clara alusão a uma fala da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves.

Damares gerou polêmica no último mês ao afirmar, categoricamente, que “meninos devem usar azul e meninas, rosa”. A alfinetada é quase indireta: em uma cena, Daniela surge em uma banheira cheia de bexigas azuis, enquanto Caetano aparece com as bexigas cor-de-rosa. “Vai de rosa ou vai de azul?”, diz a letra da canção.

Mesmo assim, a conta do Instagram de Daniela Mercury, constantemente, celebra as marcas de visualizações atingidas pelo clipe na plataforma de vídeos. Os posts acabam rendendo comentários negativos e dividem a opinião de seus seguidores.

Veja também:
Rincon Sapiência une consciência e celebração em novo single inédito

Em uma postagem, ela também mostrou que está atenta ao que acontece e ironizou a onda de ‘deslikes’: “Deixe seu LIKE ou dislike, mas assista”, escreveu ela. Confira:

Assista ao clipe e ouça a canção:

Daniela Mercury e Caetano Veloso lançam música de carnaval sobre censura