Fotos: divulgação

‘Como tem gente chata’, diz Roberta Miranda após ironizar trabalho de DJs

Envolvida em uma pequena polêmica com Alok após criticar o trabalho de DJs em suas redes sociais, a cantora Roberta Miranda voltou ao Instagram para afirmar que não ofendeu o músico e reclamar da “chatice” da repercussão de seus comentários.

“Como tem gente chata nessa rede social. Ainda bem que 90% são pessoas educadas. Eu perguntei, é um direito meu, qual o problema? Perguntei qual o trabalho de um DJ. Poderia ter dado um Google? Poderia. Mas nem sempre é aquilo que eu quero saber. Qual o problema? Onde tá a ofensa nisso? Em lugar nenhum”, afirmou.

Em seguida, prosseguiu: “Quem respondeu que o trabalho do DJ é só apertar um botão foi um de vocês, não fui eu. Que chatice, hein? Que horror. Vou continuar perguntando quantas vezes eu quiser”.

Entenda o caso

Apesar da negativa, Roberta Miranda fez postagens provocativas em seu Twitter no último domingo (17), enquanto Alok se apresentava no ‘Domingão do Faustão’. “Alguém poderia me responder qual o trabalho do DJ?”, questionou aos seus seguidores.

“Fazer música?”, respondeu um internauta, ironizado por Roberta: “A música já está feita, amigo [risos]”.

“Perguntei: ‘Alguém pode me responder qual o trabalho do DJ?’. Resposta: ‘Apertar o botão’. Obrigada! Já responderam. Logo, ‘Roberta ataca Alok’… A Roberta não ataca este lindo pois ele é casado”, encerrou.

Veja também:
Alok e esposa protagonizam clipe romântico juntos: 'Table For 2'

O próprio Alok usou os stories de seu Instagram para falar sobre o caso na última segunda-feira (18): “Eu vi um post da Roberta Miranda dizendo que o trabalho de DJ se resume apenas a apertar um botão”.

“Acho importante levantar esse ponto, porque ainda existe muito preconceito em relação ao trabalho do DJ. Meus pais são DJs há mais de 20 anos. Eu sei o quanto já fui motivo de piada nas escolas quando dizia que meus pais eram DJs, porque ninguém entendia.

Alok, porém, evitou fazer críticas à cantora, com quem afirmou que gostaria até mesmo de dividir o palco em uma futura ocasião: “Não culpo ela, porque talvez não faça parte da realidade dela. […] Acredito que ela não tenha feito isso com intuito de me ofender, até porque ela aparenta ser uma pessoa muito bem-humorada.”

“Muitos DJs lutam muito pra conquistar espaço. Passei mais de três meses pra produzir a música nova. Todo um processo de criatividade, letra, produção, passei o dia inteiro no estúdio, pra poder ir no Faustão e ‘apertar o play'”, encerrou.

‘Um dia arranquei a roupa dentro do elevador’, revela Roberta Miranda

Compartilhar