Foto: divulgação

Corey Taylor acredita que o Slipknot possa seguir sem ele no vocal

O vocalista Corey Taylor comentou sobre a chance hipotética do Slipknot seguir sem ele em entrevista à Metal Hammer. Apesar de ser importante na banda, o cantor crê que seja possível o grupo ter continuidade com outro assumindo sua vaga.

Durante a entrevista, Corey Taylor contou que já pensou em deixar o Slipknot. O motivo? A função de vocalista do grupo é bastante complicada de se exercer, seja pelo esforço físico, seja pelas longas turnês. “Passou pela minha cabeça (sair) com o passar dos anos. Ficou mais difícil fazer isso. Você pensa no fim”, disse.

O cantor admitiu que nenhum integrante do Slipknot pensava que a banda seguiria existindo por 20 anos. Por isso, o pensamento em como será o fim do projeto é recorrente. “Se eu não puder mais fazer isso, eu pararia, mas não significa que a banda deveria parar”, disse.

Ao longo do bate-papo, Corey Taylor comentou que não é impossível encontrar um substituto para ele. “Se eu não puder fazer isso mais, alguém pode estar apto a assumir o meu lugar. Pensei sobre isso antes. Caso a pessoa certa apareça e os caras estiverem nessa de cabeça, eu simplesmente iria embora. Não podemos enganar a ninguém”, disse.

Vale destacar que a situação colocada por Corey Taylor é hipotética. Ele segue no Slipknot, que lança um novo álbum, ‘We Are Not Your Kind’, em 9 de agosto.

Veja também:
Pabllo Vittar desabafa por preconceito: ‘sei como é difícil ser motivo de chacota’

Curiosamente, Corey Taylor não foi o primeiro vocalista. Ele entrou para a banda dois anos depois de sua fundação, em 1997. Até então, Anders Colsefni, que também assumia a percussão, era o vocalista principal e chegou a gravar a demo ‘Mate. Feed. Kill. Repeat.’ (1996).

Slipknot anuncia próximo álbum, música inédita e novas máscaras; veja

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical. Contato: [email protected]

Compartilhar