Daniela Mercury é criticada após suposto “blackface” no Carnaval

Fantasia de'Deusa do Ébano' não foi bem recebida (Celia Santos/Repr./Instagram)

Fantasia de ‘Deusa do Ébano’ não foi bem recebida (Celia Santos/Repr./Instagram)

A cantora Daniela Mercury tem sido criticada, nas redes sociais, desde a noite da última segunda-feira (27). O motivo é a fantasia utilizada por ela durante uma apresentação no Carnaval de Salvador (BA).

Na ocasião, Daniela Mercury estava vestida de “Deusa do Ébano”. A cantora adotou uma peruca black power e, segundo alguns internautas, utilizou uma maquiagem mais escura para fazer a sua performance. A ideia era defender o empoderamento negro, algo destacado ao longo do show.

Só que internautas enxergaram, por parte de Daniela, o uso de “blackface”. A prática em questão, antiga e considerada ofensiva, consiste em artistas brancos pintarem o rosto de cores mais escuras para imitar negros, bem como o uso de outros adereços que remetam à etnia em questão.

Apesar do intuito de defender o empoderamento negro e de contar com artistas negros em sua apresentação, como Lázaro Ramos, Taís Araújo, Gilberto Gil e Luís Miranda, Daniela Mercury foi criticada pelo suposto uso de “blackface”. Os comentários foram feitos pelo Twitter, Facebook e Instagram – muitos deles, direcionados às contas da artista nessas redes sociais.

“O discurso também tem que atingir nossos amigos. Isso é blackface e não homenagem às mulheres negras”, disse uma internauta, por meio do Twitter. “2017 e brancos ainda usam peruca black power. Te esconde Daniela Mercury”, afirmou outra. “Empoderamento negro é fazer blackface?? Não senhora, deleta e recomeça”, destacou uma usuária do Facebook.

Veja também:
John Lennon decidiu o fim dos Beatles, diz Paul McCartney

Até o momento, Daniela Mercury não se manifestou oficialmente sobre tais críticas. Veja algumas imagens de Daniela durante o show no Carnaval de Salvador, na última segunda-feira (27):

Por Igor Miranda (@silvercm)

Compartilhar