Foto: Celia Santos/Reprodução/Instagram e Reprodução/Instagram

Daniela Mercury aceita acordo com Sargento Isidório após ser ofendida

Daniela Mercury fez um acordo na Justiça e pôs fim ao processo contra o deputado federal pastor Sargento Isidório (Avante-BA). Mais votado na Bahia, o parlamentar, que é é conhecido por afirmar ser ex-gay, ofendeu a cantora em um vídeo postado nas redes sociais.

Na gravação compartilhada no ano passado, o deputado faz declarações agressivas à comunidade LGBT+ e chama a cantora de “escrava de Satanás”, entre outras palavras de baixo calão.

As declarações dele foram feitas após Daniela Mercury se posicionar contra a censura da peça de teatro “O Evangelho segundo Jesus Rainha do Céu”, que trazia uma atriz trans como Jesus Cristo.

Veja também:
Daniela Mercury e Malu Verçosa se casam em Portugal em cerimônia discreta

Agora, por decisão da Justiça, ele foi obrigado a gravar um vídeo para se retratar com Daniela. A gravação foi publicada no sábado (10) na página dele no Instagram, que conta com 16 mil seguidores.

“Eu e Daniela Mercury estamos em paz. Eu, Doido por Jesus. Ela, Rainha do axé music. Foi a mão de Deus que fez isso.. paz!!”, escreveu ele na legenda da publicação do vídeo, que está dividido em três partes.

Assista a seguir (clique nas setas laterais para navegar entre as três partes):

Além de se retratar em vídeo, o deputado terá de doar 25% do valor equivalente a 5 meses de seu salário em favor de uma entidade de assistência a homossexuais, conforme informou o colunista Ancelmo Gois, do jornal ‘O Globo’, na segunda-feira (12).

Outra polêmica do deputado

Vale lembrar que o deputado é o mesmo que, em maio deste ano, criticou a política de armas do governo de Jair Bolsonaro e disse que iria conversar pessoalmente com ele sobre o assunto.

Nas palavras dele, a justificativa para ele ser a pessoa ideal para tratar do assunto com o presidente: “Na Bahia, sou conhecido como doido e, pra conversar com doido, só outro doido”.

Compartilhar