Dave Grohl chora ao relembrar Chris Cornell em entrevista

'Era um cara muito doce, cheio de vida', diz Grohl sobre o amigo (Reprodução)

‘Era um cara muito doce, cheio de vida’, diz Grohl sobre o amigo (Reprodução)

O líder do Foo Fighters, Dave Grohl, chorou ao relembrar o falecido vocalista Chris Cornell durante recente entrevista à revista ‘Rolling Stone’. Cornell se matou em maio deste ano, pouco tempo após ter se apresentado com o Soundgarden em Detroit, nos Estados Unidos.

Na ocasião, Dave Grohl falava sobre o festival que está organizando, o Cal Jam, uma homenagem ao California Jam de 1974. A nova edição do evento contará com shows de Queens Of The Stone Age, Liam Gallagher e Cage The Elephant, entre outros.

Questionado se tentou marcar com alguma banda e acabou não conseguindo, Dave Grohl ficou em silêncio. Segundos depois, respondeu: “Sabe, queríamos o Soundgarden. Eles haviam topado. E… não aconteceu”.

A voz de Dave Grohl começou a ficar embargada ao falar de Chris Cornell. “Eu o amava. Ele era um cara muito doce. Cheio de vida. E tinha muito a oferecer. Essa doeu”, disse Grohl, chorando. “Ao longo dos anos, você agradece por ter sobrevivido, e vê outro caindo…”

A forma da morte de Chris Cornell traz memórias doloridas para Dave Grohl, que perdeu Kurt Cobain, também por suicídio, em 1994. “Senti por sua família. E senti por sua banda, sabe? Porque é uma longa estrada, cara”, afirmou.

Grohl complementa: “Sempre que acontece, o mesmo sentimento acontece. É confuso e eu ainda não entendo. Você entra nessa pelo amor à música e o compartilha com os outros. E você espera que todos se sintam assim. Sei que é mais complicado do que isso, mas, p*rra, é uma m*rda”.

Veja também:
John Lennon decidiu o fim dos Beatles, diz Paul McCartney

Por Igor Miranda (@silvercm)

Opiniões, curiosidades, resenhas, listas e sobre todos os tipos de música são o foco desta coluna, comandada por Igor Miranda, jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical. Contato: [email protected]