‘Descontava na comida’, diz Maiara após bariátrica e 20 kg perdidos

Cantora (esq.) fez cirurgia bariátrica e, de 85 kg, passou para 64 kg (Gshow)

Cantora (esq.) fez cirurgia bariátrica e, de 85 kg, passou para 64 kg (Gshow)

A cantora Maiara, da dupla com Maraísa, mudou de vida há alguns meses, quando resolveu que iria perder peso: em novembro de 2017, ela fez uma cirurgia bariátrica e mudou sua alimentação, o que já a fez perder 20 quilos. Na última terça-feira (27), ela foi uma das convidadas do ‘Encontro’ e falou sobre seu novo peso.

“Tinha todo o estresse, a rotina, ansiedade demais, e tudo isso eu descontava na comida e sem fazer exercício nenhum. Eu cheguei a ter 85 quilos. Hoje estou com 64 e ainda tenho que emagrecer uns sete quilos para chegar ao peso ideal. Eu fiz a bariátrica como um suporte, e hoje estou começando a fazer exercício físico, que ajuda em tudo”, disse Maiara.

Ela deixou claro, porém, que a cirurgia não foi milagrosa e que foi apenas uma das etapas de sua mudança. “Não é um milagre, é uma ajuda, um suporte. Eu recorri a isso porque minha rotina estava cada vez mais difícil e, cada vez que eu me pesava, estava maior o peso. Hoje eu tenho nutricionista e endócrino que me acompanham”, falou.

A sertaneja contou que tinha compulsão alimentar: “O psicológico manda demais, na verdade está tudo aqui na mente da gente. Hoje eu estou mais tranquila, nossa rotina melhorou bastante também. É tudo na cabeça, e tem gente que não precisa de nada disso. Eu já estava numa depressão, estava me fazendo muito mal. Eu comia compulsivamente, chegou a um ponto em que eu estava, às vezes, no meio da noite querendo comer um lanche não sei da onde. Estava no limite mesmo”, relembrou Maiara.

Veja também:
É feriado sertanejo? Maiara & Maraísa e Henrique & Juliano lançam músicas novas

Há alguns dias, Maiara fez uma publicação no Instagram comemorando a perda de peso e comparando fotos de um ano atrás e uma atual. “Já foram 20 quilos, agora só faltam mais 20! Mas vamos com fé que a gente chega lá”, disse ela na legenda.

* Por Estadão Conteúdo

#comentários

Compartilhar