Foto: reprodução / YouTube

Em entrevista, Luísa Sonza fala sobre reconhecer os privilégios por ter nascido branca

Na última terça-feira (19), a cantora Luísa Sonza deu uma entrevista onde conversou sobre importantes assuntos sociais. Ela falou sobre reconhecer os privilégios por ter nascido branca, além disso comentou sobre o feminismo.

Na conversa, ela citou o quanto a indústria musical é racista e admite que ela teve facilidades pelo fato de ser branca. “Só por nascer branco, a gente é privilegiado. Eu sempre quis falar para as outras pessoas que não entendem isso”, disse ela.

“A gente tem que reconhecer isso, mas isso não significa que nossa vida não foi difícil. Temos que reconhecer o privilegio, olhar a nossa volta, não tirar o lugar de fala dessas pessoas. Mostrar e reconhecer isso. O branco reconhecer é um grande passo, e eu reconheço o meu. É o mínimo que a gente pode fazer em relação a nossa história”, afirmou.

A cantora também contou que aprendeu a ser uma mulher empoderada com sua mãe e com sua avó. “Eu sou muito grata e feliz por ser empoderada tão cedo, porque isso faz eu focar mais em mim e não no que os outros falam de mim”, começou.

“Isso é normal, não é só porque eu sou famosa que eu recebo críticas. Todo mundo está sempre ilhado de pessoas que querem o mal, desejam o mal. Eu tive um ensinamento muito grande da minha mãe e avó. Foram pessoas que me mostraram esse caminho de ser mulher e ter essa força e consciência tão forte. Critica todo mundo recebe, o diferencial é saber lidar com elas”, finalizou.

Veja também:
Com Adele e Coldplay: cientistas criam playlist que combate a ansiedade

Nesta sexta-feira (22), Luísa lançou sua mais nova música e videoclipe, ‘Pior Que Possa Imaginar’, e está bombando nas redes sociais. Confira e ouça:

Luísa Sonza lança ‘Pior Que Possa Imaginar’ com novo clipe; assista

Compartilhar