Em entrevista, Xororó defende rodeios: “não conhecem a fundo”

Cantor também falou sobre o'novo' sertanejo:'há aproveitadores' (Reprodução)

Cantor também falou sobre o ‘novo’ sertanejo: ‘há aproveitadores’ (Reprodução)

O cantor sertanejo Xororó, da dupla com Chitãozinho, disse, em entrevista ao jornal O Globo, que defende a realização dos rodeios. A prática, que chegou a ser proibida em algumas partes do Brasil, tem sido alvo de críticas por grupos e pessoas que lutam pelos direitos dos animais.

Xororó descreveu os rodeios como “festas populares”. “O rodeio é feito pelo homem do campo, que trabalha na lida do gado. Como na música, tem gente que faz com qualidade e tem quem faça malfeito”, afirmou.

O sertanejo disse que os animais não são maltratados em eventos do tipo. “Não tem lógica pegar um bicho que come da melhor ração e tem os melhores veterinários para judiar e sacrificar, com o risco dele morrer. O animal não vai além do limite dele. Quem fala de rodeio não conhece a fundo o negócio”, comentou.

Novo trabalho e “novo” sertanejo

A entrevista também tratou sobre o novo DVD que Chitãozinho & Xororó vão lançar ao lado de Bruno & Marrone, intitulado “Clássico”, com hits das duplas e três músicas inéditas. “É uma renovação. Essa experiência é parecida com a que tivemos com o Amigos (união de Chitãozinho, Xororó, Zezé Di Camargo, Luciano, Leandro e Leonardo, em 1995). Vamos nos apresentar nos maiores rodeios do país”, disse Chitãozinho.

Veja também:
Fã joga celular no palco e toma uma baita bronca de Jorge e Mateus

Bruno, da dupla com Marrone, criticou o trabalho que tem sido feito por alguns artistas sertanejos atuais. “Tem gente dizendo que faz sertanejo, mas não faz. É muita besteirada. Até funk tem junto. E eles lotam aonde vão”, afirmou o cantor.

Xororó também opinou. “Em todo estilo tem. Há aproveitadores que só se preocupam em capitalizar”, disse o artista.

Por Igor Miranda