Empresário confessa que roubou US$ 380 mil do Pearl Jam

Banda sofreu calote de ex-empresário (Divulgação)

Banda sofreu calote de ex-empresário (Divulgação)

Acusado em junho deste ano de ter roubado dinheiro da banda em um período de quatro anos, o empresário Ricky Charles Goodrich confessou a culpa de ter pego US$ 380 mil em recente julgamento.

De acordo com o site SeattlePI.com, Goodrich se confessou culpado de seis dos 33 encargos cobrados contra ele em junho. A empresa para a qual ele trabalhava, Curtis Management, alega ter perdido mais de US$ 560 mil por conta de Goodrich.

A empresa demitiu Goodrich em 2010, após descobrir que ele utilizava cartões de crédito da banda para comprar produtos de uso pessoal e transferir dinheiro para suas contas particulares. A sentença final do empresário será divulgada em fevereiro.

Veja também:  Pearl Jam: guitarrista fala sobre novo álbum e retorno ao Brasil

Os promotores esperam uma pena de 6 meses de prisão para Ricky Charles Goodrich caso ele pague o dinheiro que roubou. Caso contrário, será exigida uma pena de 14 meses de reclusão.

Por Igor Miranda

#comentários

Compartilhar