Empresário do Motörhead revela que, mesmo debilitado, Lemmy ainda bebe e usa drogas

Capa da revista 'Decibel', que contém a matéria com Todd Singerman (Divulgação)

Capa da revista ‘Decibel’, que contém a matéria com Todd Singerman (Divulgação)

O empresário do Motörhead, Todd Singerman, concedeu uma entrevista reveladora à revista Decibel sobre a atual situação de Lemmy Kilmister, que vem sofrendo problemas de saúde há alguns meses.

Enquanto Lemmy afirmou, em entrevistas recentes, que havia deixado de tomar Jack Daniels com Coca-Cola, hábito diário que o marcou por mais de 30 anos, Singerman diss que ele ainda não conseguiu abandonar este vício, além de ainda utilizar drogas.

“Lemmy tem altos e baixos e isso é por conta da luta contra os vícios antigos. O problema dele com o diabetes é muito sério. Ele não fuma mais, no entanto ainda bebe Jack com Coca às vezes. Se ele disser que parou, ele está mentindo. Ele está tentando substituir por vinho, mas ainda tem muito açúcar e está trocando um demônio por outro”, afirmou o empresário.

Singerman revela, também, que Lemmy está exagerando no vinho e ainda está usando algumas drogas. “Os médicos recomendaram a substituição de Jack por vinho, mas ele não fala que está tomando duas garrafas por dia. Ele também diminuiu com as drogas. Seus hábitos eram esses desde que ele trabalhou como roadie de Jimi Hendrix (final da década de 1960) e as consequências apareceram”, disse.

Segundo o empresário, a decisão de cancelar a turnê não partiu de Lemmy. “Eu mesmo fiz com que a turnê fosse cancelada pois Lemmy não estava pronto. Ele não queria cancelar, mas aconteceria a mesma coisa que rolou no Wacken (tocar com repertório reduzido). Estava fazendo 40 graus, ele nem deveria ter feito aquele show. Mas me orgulho dele ter parado quando se sentiu mal. Ele precisa de equilíbrio, mas ainda não o encontramos”, concluiu.

Veja também:
Felipe Araújo afirma ser fã de rock e ainda revela sua banda favorita

https://www.youtube.com/watch?v=yEOi2SIrv6c

Por Igor Miranda

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical. Contato: [email protected]

Compartilhar