Ex-vocalista dos Raimundos, Rodolfo critica rock brasileiro atual: “em crise”

Cantor saiu da cena quando houve suposta decadência na mídia (Divulgação)

Cantor saiu da cena quando houve suposta decadência na mídia (Divulgação)

Durante uma entrevista concedida ao programa “Papo de Cozinha”, de orientação evangélica, o cantor Rodolfo Abrantes, ex-integrante dos Raimundos, falou sobre o atual estado do rock brasileiro.

O cantor associou, não se sabe se por coincidência ou por qualquer situação de consequência, a sua saída do Raimundos com o que ele define como uma crise do rock nacional. “O rock brasileiro entrou numa crise desde o começo dos anos 2000 que até agora não sarou. E minha saída foi meio que nessa época”, afirmou.

Para ele, não existem muitas bandas atuais que estão na mídia. “Então, o pessoal que gosta de rock, está sempre tendo que olhar para trás. Está tendo que olhar pras bandas dos anos 1990, que era o que tinha de mais recente de um movimento forte no rock brasileiro”, disse Rodolfo.

Mas o cantor, que saiu dos Raimundos após se converter para a religião protestante, defende que ainda há bandas que atuam no cenário. “Não que não haja… existe uma cena independente acontecendo. Sempre existiu, nunca morreu. Quem gosta de rock, vai sempre gostar, estando na mídia ou não”, afirmou.

Rodolfo ainda revela que muitas pessoas ainda perguntam no que ele tem trabalhado, já que sumiu da mídia desde o Rodox, projeto que durou pouco tempo e que ele assumiu após a saída dos Raimundos, ainda no início dos anos 2000. “Mas aquele movimento forte foi nos anos 90 e eu por ter feito parte dessa geração volta e meia alguém me procura pra saber o que eu estou fazendo, porque eu não apareço. Então quem quiser me ver vai ter que vir na igreja”, concluiu.

Veja também:
Paul McCartney afirma ter visto Deus em experiência com droga psicodélica

Veja o vídeo na íntegra:

Por Igor Miranda