Foto: divulgação

Exposição em SP traz figurinos do filme ‘Bohemian Rhapsody’, do Queen

A Fox Film Brasil trouxe para o país algumas réplicas de figurinos do filme ‘Bohemian Rhapsody’ e promove uma exposição itinerante destas peças icônicas usadas pela banda Queen.

A exposição, que em São Paulo acontece inicialmente entre os dias 16 e 29 de outubro, no Conjunto Nacional, é composta de quatro figurinos completos, com roupas e acessórios. Em seguida, as peças serão expostas no Rio de Janeiro, Recife e Porto Alegre.

Integram a exposição réplicas dos figurinos usados por Freddie Mercury em shows importantes como o ‘Live Aid’, no estádio Wembley, em Londres, em 1985, e o show da turnê ‘A Kind of Magic’ em Paris, França, no ano de 1986.

Neste último, Freddie Mercury entrou no palco usando calça de couro branca, uma coroa, cetro e um manto vermelho que pesava mais de 10 quilos. Já o figurino do ‘Live Aid’, concerto em prol da erradicação da fome na Etiópia, que aconteceu em 1985, é composto por uma camiseta branca, calças jeans, pulseira e cinto de couro.

Os outros dois figurinos são uma blusa de cetim plissado com calça branca e um macacão de lantejoulas prateadas. A blusa de cetim branca formava “asas” quando Freddie abria os braços e foi usada no lançamento do álbum “Queen II”, em março de 1974, em uma apresentação em Londres. Já o macacão de lantejoulas foi o figurino do show ‘Live at the Madison Square Garden’, que aconteceu em 2 de dezembro de 1977, em Nova York.

Veja também:
Anitta diz que já fez sexo a três e deixa apresentador sem graça

O filme ‘Bohemian Rhapsody’, que mostra desde a formação da banda Queen até seis anos antes da morte de Freddie Mercury, estreia em 1° de novembro em cinemas de todo o país.

Veja a sinopse de ‘Bohemian Rhapsody’:

“‘Bohemian Rhapsody’ é uma celebração exuberante do Queen, sua música e seu extraordinário cantor principal Freddie Mercury, que desafiou estereótipos e quebrou convenções para se tornar um dos artistas mais amados do planeta.

O filme mostra o sucesso meteórico da banda através de suas canções icônicas e som revolucionário, a quase implosão quando o estilo de vida de Freddie Mercury sai do controle e o reencontro triunfal na véspera do Live Aid, onde Mercury, agora enfrentando uma doença fatal, comanda a banda em uma das maiores apresentações da história do rock.

Durante esse processo, foi consolidado o legado da banda que sempre foi mais como uma família, e que continua a inspirar desajustados, sonhadores e amantes de música até os dias de hoje.”

Quanto Brian May ganha por “We Will Rock You”, clássico do Queen?

Compartilhar

Opiniões, curiosidades, resenhas, listas e sobre todos os tipos de música são o foco desta coluna, comandada por Igor Miranda, jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical. Contato: [email protected]