George Clinton processa Black Eyed Peas por uso ilegal de samples

George Clinton pede US$ 150 mil por uso ilegal dos seus samples.

George Clinton pede US$ 150 mil por uso ilegal dos seus samples.

O músico George Clinton, está processando o grupo Black Eyed Peas por uso ilegal dos samples da sua música “(Not Just) Knee Deep”, em dois remixes da faixa “Shut Up”, lançada em 2003 pela banda.

Segundo George Clinton, os produtores da banda já o procuraram para regularizar o sample, mas ele não assinou nenhum contrato. Agora, acusando também de terem falsificado sua assinatura.

No processo, George Clinton afirma que o remix vendeu mais de 8,5 milhões de dólares em discos, vendas digitais e através do DVD “Love From Sydney to Vegas”. A partir disto, o músico pede a quantia de US$ 150 mil, além da proibição de futuras distribuições.

Esta não é a primeira vez que os samples da faixa “(Not Just) Knee Deep” são utilizados por outros músicos entre eles, De La Soul, LL Cool J, MC Hammer, Snoop Dogg e 2Pac.