Gusttavo Lima compra seu próprio DVD pirata e posta foto com o camelô

Último trabalho do cantor foi lançado em dezembro (Divulgação)

Último trabalho do cantor foi lançado em dezembro (Divulgação)

O sertanejo Gusttavo Lima divertiu seus seguidores do Instagram no último domingo.

Voltando de um show na cidade de Caldas Novas, em Goiás, o cantor usou a função Stories para compartilhar momentos que viveu em uma feira livre na pequena cidade de Piracanjuba, no mesmo estado.

Gusttavo comeu pastel e comprou produtos dos mais variados – frutas, verduras, doces, peixes e até uma vassoura. Ele também atendeu aos fãs que pediam selfies ou faziam perguntas.

Uma das compras mais inusitadas e momento que acabou chamando a atenção, foi quando o jovem encontrou uma banca de venda de CD’s e DVD’s pirateados.

Ele questionou ao vendedor se haviam cópias de seu mais recente trabalho, o ‘Buteco do Gusttavo Lima vol. 2’ – lançado em Goiânia em dezembro último.

O trabalhador informal mostrou as cópias do disco e Gusttavo afirmou que compraria todas. Ele ainda tirou uma foto ao lado do homem e publicou em sua rede social. Na legenda, fez questão de ressaltar: “CD mais vendido”.

Veja a foto:

PIRATARIA

A Lei nº 10.695/2003 fala da violação dos direitos conexos aos direitos de autor, que são aqueles relacionados aos artistas intérpretes ou executantes, aos produtores fonográficos e às empresas de radiodifusão, conforme o disposto nos artigos 89 a 96 da Lei nº 9.610, de 19.2.1998 (“Lei de Direitos Autorais”).

Veja também:
Cantor do Imagine Dragons diz ser Illuminati e 'entrega' outros artistas da seita

A pena mínima é de 2 (dois) anos e máxima de 4 (quatro) anos de reclusão para o caso de violação de direito de autor ou conexos consistente na reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direito ou indireto, abarcando, especificamente, a prática da pirataria de obras intelectuais.

*Por José Elias Mendes

#comentários