“Humilhou meu marido e se fez de vítima”, diz Kim Kardashian sobre Taylor Swift

'Taylor Swift aprovou a música', diz Kim Kardashian (Reprodução/Instagram)

‘Taylor Swift aprovou a música’, diz Kim Kardashian (Reprodução/Instagram)

A socialite Kim Kardashian se posicionou sobre a polêmica música “Famous”, de seu marido e rapper Kanye West. Na canção, lançada no início do ano, West chama a cantora Taylor Swift de “vadia” e diz que eles poderiam transar porque foi o responsável por fazê-la famosa.

Questionada sobre o assunto durante uma entrevista à revista GQ, para a qual ela também fez um ensaio fotográfico, Kim Kardashian disse que Taylor Swift sabia do conteúdo de “Famous” antes do lançamento e que aprovou a divulgação. “Taylor Swift aprovou a música. Ela sabia que isso ia sair. Ela queria que parecesse que ela não sabia. Juro: meu marido recebe muito ódio quando, na verdade, estava cumprindo todo o protocolo e até ligou para pedir aprovação. Que rapper ligaria para uma garota sobre a qual está escrevendo para pedir autorização?”, disse.

A socialite revelou que também já foi chamada de “vadia” nas músicas do próprio marido e acusou Taylor Swift de se fazer de vítima. “Kanye me chama disso em suas músicas. É assim que eles dizem. Nunca pensei como algo depreciativo. Não sei porque ela mudou de repente. Na ligação com Kanye, ela disse que, no tapete vermelho do Grammy 2016, a mídia pensaria em uma rixa, mas ela daria risadas e diria que a brincadeira é com a imprensa. Só que no discurso do Grammy ela humilhou meu marido apenas para se fazer de vítima”, afirmou.

Veja também:
Recaída nos vícios? Demi Lovato é vista saindo de boate nos EUA

Kim Kardashian afirmou, ainda, que Kanye West tem uma gravação dessa ligação, já que tudo estava sendo filmado para um documentário. No entanto, o rapper foi proibido de divulgar a gravação, após a equipe de Taylor Swift enviar uma notificação ameaçando entrar com uma ação judicial caso o registro se tornasse público.

Resposta de Taylor Swift

Em nota, a assessoria de Taylor Swift afirmou que Kim Kardashian apenas reproduz o que Kanye West fala e disse que o termo “vadia” não foi mencionado durante a ligação feita pelo rapper. “Taylor não tem nada contra Kim Kardashian e reconhece a pressão à qual Kim é submetida. Mas ela só repetiu o que Kanye West lhe disse. Kanye West e Taylor Swift só se falaram uma vez ao telefone, em janeiro de 2016. Taylor nunca negou que a ligação aconteceu. Foi nesse telefonema que Kanye a pediu para divulgar a música em sua conta no Twitter e ela disse não. Kanye West nunca disse à Taylor que usaria o termo ´vadia´ se referindo a ela. Uma música não pode ser aprovada se nunca foi ouvida. Kanye West nunca tocou a música para Taylor Swift […] Taylor não consegue entender porque Kanye West, e agora Kim Kardashian, não a deixam em paz”, diz a nota.

Ensaio fotográfico

Além da entrevista, Kim Kardashian fez um ensaio fotográfico sensual para a revista GQ. Confira algumas fotos:

Por Igor Miranda

#comentários