Foto: Divulgação

Idosa processa Nego do Borel após ele assustá-la no aeroporto e postar vídeo

Uma idosa de 61 anos de idade está processando o cantor Nego do Borel. Hilda de Britto Champoudry abriu ação de indenização por danos morais e pede R$ 95 mil.

Tudo começou quando o músico passou um susto na mulher, no aeroporto Santos Dumont. Ele gravou a ação e publicou o vídeo nas redes sociais. O episódio aconteceu em 2014.

O texto do processo explica que Hilda estava no local à espera de um parente quando o cantor, “usando um agasalho com capuz, atirou-se sobre ela, gritando, como se fosse tombar sob ela, saindo às gargalhadas, sob o riso e gracejos de outras pessoas que o acompanhavam, causando-lhe um grande susto, que desencadeou uma aceleração cardíaca, só controlada após fazer uso de calmante”.

Mais tarde, Hilda soube por uma colega que o vídeo estava circulando nas redes sociais. Ela afirma que se sentiu muito constrangida com a repercussão das imagens – gravadas sem sua autorização.

Além da indenização, ela também exige a exclusão da filmagem e de qualquer publicação que utilize sua imagem das redes sociais.

A audiência ainda não tem data marcada. Procurada, a assessoria de Nego disse que trata-se de um processo antigo e que ele ainda não foi notificado, “por isso não temos conhecimento das alegações e não tem como o Nego falar sobre o assunto”.

Nego do Borel faz churrasco a ambulantes para agradecer gentileza

Compartilhar